Com ritmo superior, Fernando Alonso vence o GP da China

Espanhol supera Raikkonen e Hamilton; com estratégia diferente, Vettel pula de 9º para 4º e segura liderança

Demonstrando um forte ritmo com ambos os compostos de pneus, Fernando Alonso foi absoluto para vencer o GP da China. O ferrarista superou Kimi Raikkonen na largada e Lewis Hamilton ainda na primeira parte da prova para conquistar a primeira vitória após 12 GPs, desde o GP da Alemanha de 2012. Raikkonen foi o segundo colocado, retomando a liderança do campeonato, e Hamilton chegou em terceiro. Felipe Massa chegou em sexto lugar.

Na largada, Hamilton manteve a ponta e levou consigo as duas Ferrari, com Alonso em segundo e Massa, partindo de quinto a terceiro. Raikkonen, Rosberg, Grosjean, Ricciardo, Button, Vettel e Hulkenberg.

No início da quinta volta, Alonso e Massa ultrapassaram Hamilton na reta dos boxes, enquanto Vettel foi superado por Hulkenberg, mas vinha abrindo caminho e superou Rosberg, subindo para sétimo. Hamilton trocou os pneus ao final da quinta volta.

Mais atrás, Gutierrez perdeu a freada da curva 14 e encheu a traseira de Sutil. Na volta seguinte, Alonso e Raikkonen fizeram sua primeira parada. Massa parou na volta seguinte. O brasileiro voltou atrás de Raikkonen e de Webber, que largou em último e parou na primeira volta, colocando pneus médios.

Na décima volta, Massa passou Webber, ocupando a 11ª posição. O líder da prova era Hulkenberg, que largara em décimo com pneus médios e superara Vettel.

Dois giros depois, Alonso ultrapassou Di Resta e Perez e assumiu o quinto lugar, a apenas 8s dos líderes, que pararam na 15ª volta. A parada da Sauber foi mais lenta e Hulkenberg perdeu a posição para Vettel.

Logo depois, Webber se estranhou com Ricciardo a acabou abandonando a prova. Outra briga forte aconteceu com Raikkonen, que se tocou com Perez antes de ultrapassá-lo. Pressionado por Vettel, Massa fez sua segunda parada na 20ª volta. Nesse ponto da prova, Button ainda não havia parado e liderava a prova, sendo ultrapassado na volta seguinte por Alonso. Vettel, por sua vez, ultrapassou a outra McLaren que seguia na pista, de Perez, e subiu ao quinto lugar. Neste momento, Massa já havia feito a segunda parada.

Na 22ª volta, Hamilton e Raikkonen entraram juntos no box. Dois giros depois, Alonso fez sua segunda parada e Button, a primeira. O espanhol voltou atrás de Hulkenberg e Vettel, superando Perez, que também tentava uma estratégia de duas paradas, a exemplo de seu companheiro.

Na 29ª volta, Hamilton superou Button e Alonso ultrapassou Vettel pela liderança. O alemão, que havia parado sete voltas antes, e não brigou pela posição. Duas voltas depois, foi para o box para sua segunda parada, voltando logo atrás de Massa. Neste mesmo momento, Raikkonen também superou Button.

Vettel demorou menos de uma volta para passar Massa e Di Resta, mas, parando uma volta depois, também havia perdido uma posição para Hulkenberg, que estava na mesma estratégia do alemão, mas colocou pneus macios na segunda parada. A Red Bull passou a Sauber na segunda volta, mostrando a queda de rendimento do composto mais rápido.

Na 35ª volta, Raikkonen foi o primeiro a fazer sua terceira parada. Hamilton e Alonso seguiram e Massa parou duas voltas depois. No giro seguinte, foi a vez de Hamilton, que acabou voltando atrás do finlandês.

Alonso só fez sua última parada na volta 42, voltando logo atrás de Vettel, em segundo, e ultrapassando o alemão já na volta seguinte. O alemão, contudo, ainda teria de usar os pneus macios. Atrás da dupla, Button seguia em terceiro em sua estratégia semelhante à de Vettel, com Hamilton mais rápido que Raikkonen, tentando superar o finlandês. Massa vinha em sétimo, atrás também de Di Resta, outro que buscava a estratégia de duas paradas.

Raikkonen e Hamilton ultrapassaram Button com 10 voltas para o final. O inglês só colocou os pneus macios com seis voltas para o final. Dois giros depois, foi a vez de Vettel, que voltou em quarto lugar, mantendo a liderança no campeonato. No final, o alemão tentou ainda uma pressão para cima de Hamilton, sem sucesso.

A próxima etapa da temporada será no final de semana que vem, no Bahrein.

Classificação final do GP da China

1

Fernando Alonso

Ferrari

 

2

Kimi Räikkönen

Lotus-Renault

+10.1s

3

Lewis Hamilton

Mercedes

+12.3s

4

Sebastian Vettel

Red Bull Racing-Renault

+12.5s

5

Jenson Button

McLaren-Mercedes

+35.2s

6

Felipe Massa

Ferrari

+40.8s

7

Daniel Ricciardo

STR-Ferrari

+42.6s

8

Paul di Resta

Force India-Mercedes

+51.0s

9

Romain Grosjean

Lotus-Renault

+53.4s

10

Nico Hulkenberg

Sauber-Ferrari

+56.5s

11

Sergio Perez

McLaren-Mercedes

+63.8s

12

Jean-Eric Vergne

STR-Ferrari

+72.6s

13

Valtteri Bottas

Williams-Renault

+93.8s

14

Pastor Maldonado

Williams-Renault

+95.4s

15

Jules Bianchi

Marussia-Cosworth

+1 volta

16

Charles Pic

Caterham-Renault

+1 volta

17

Max Chilton

Marussia-Cosworth

+1 volta

18

Giedo van der Garde

Caterham-Renault

+1 volta

 

Nico Rosberg

Mercedes

+35 voltas

 

Mark Webber

Red Bull Racing-Renault

+41 voltas

 

Adrian Sutil

Force India-Mercedes

+51 voltas

 

Esteban Gutierrez

Sauber-Ferrari

+52 voltas

 

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da China
Tipo de artigo Últimas notícias