Com Sebastian Vettel, Ferrari lança carro para temporada 2015

Depois de ter primeiro ano sem vitórias desde 1993, equipe italiana vem recheada de mudanças para este ano

Com várias caras novas após passar por sua primeira temporada desde 1993 sem uma vitória sequer ano passado, a Ferrari lançou seu carro para 2015, ano que marca a estreia do tetracampeão Sebastian Vettel na equipe.

[publicidade] O comando da equipe e da própria empresa também tem novidades em relação ao ano passado: na presidência, Luca di Montezemolo foi substituído por Sergio Marchionne, e na direção do time de Fórmula 1, dois dirigentes foram trocados ao longo de 2014 e quem começa no comando é Maurizio Arrivabene. Contratado no final de 2013, o projetista James Allison tem no SF15-T o primeiro carro de sua autoria.




Raikkonen diz ter aprendido muito em 2014, mas evita fazer previsões


Os desafios da nova Ferrari são consideráveis: o modelo de 2014 tinha problemas aerodinâmicos, mas sua grande desvantagem em relação aos carros equipados com os Mercedes era a unidade de potência, revista para esta temporada.

Para Vettel, o novo carro é “bonito”, mas o alemão disse que “mal pode esperar” ir para a pista para ter a sensação exata de como será pilotar a nova Ferrari. Os testes de pré-temporada começam neste domingo.

“Há muitas mudanças, muitas pessoas ocupando posições novas – incluindo eu – então demora um pouco para que tudo se encaixe e que possamos ver algum progresso. Estou confiante de que estamos indo na direção certa, mas acho que seria errado esperar imediatamente algo de nós e também temos de lembrar que estamos vindo de uma temporada em que havia um carro muito dominante. O objetivo é progredir e começar a nos aproximar da ponta ao longo do ano.”

Em sua segunda temporada após seu retorno no time de Maranello, Kimi Raikkonen, também gostou do que viu até agora em relação ao novo carro. “Olhando todos os detalhes, dá para ver que ele é bonito. E quando é bonito, geralmente é um carro bom, mas temos de esperar até vê-lo nos testes.”

O último campeão pela Ferrari, em 2007, vem de um ano particularmente difícil, mas acredita que seu rendimento será diferente em 2015.

“Acho que aprendemos muito ano passado e também tivemos azar. Às vezes acontecem anos como aquele, mas acredito que tenhamos compreendido muitas coisas para mudar as coisas e nos fortalecer como equipe.”


Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias