Com Toro Rosso, Honda tem como alvo top-3 em 2018

Montadora diz que nunca considerou sair da Fórmula 1 apesar de insucessos com a McLaren desde 2015

A Honda falou oficialmente pela primeira vez após o anúncio de que irá sair da McLaren e se juntar à Toro Rosso ao fim deste ano nesta sexta-feira (15) em Cingapura.

O chefe de operações de marca e de comunicações da Honda, Katsuhide Moriyami, falou durante a coletiva de imprensa da FIA que houve uma intensa busca nos últimos meses por novas soluções junto à McLaren, mas que permanecer na F1 sempre foi uma prioridade.

"Para a Honda, a F1 começou com o sonho de nosso fundador, Soichiro Honda, e temos uma história de mais de 50 anos de F1", disse Moriyami. "A F1 é uma cultura e um DNA muito importante de nossa empresa.”

"É verdade que passamos por uma situação difícil agora e ninguém está satisfeito com os resultados atuais, especialmente o conselho. Nós passamos por muitas discussões, mas deixar a F1 nunca foi uma opção para nós.”

"É nosso objetivo é superar este desafio difícil e voltar a combater os líderes do esporte, e o espírito da Honda deve voltar. No próximo ano, nosso objetivo é lutar pelo top-3 no topo do grid."

McLaren e Honda dominaram a F1 no final da década de 1980, mas a atual parceria até agora não conseguiu sequer alcançar o pódio em quase três anos.

Perguntado sobre se a Honda deveria ter tomado mais riscos, Moriyami argumentou que desenvolver a tecnologia híbrida enquanto Mercedes, Ferrari e Renault já estavam estabelecidas foi o principal problema.

"Nós não pensamos que o problema é não estar assumindo riscos suficientes", disse ele. "Nós tivemos desvantagem quando voltamos para a F1 e este foi o problema.”

"Para diminuir a desvantagem, a Honda fez o melhor que pôde, alcançamos tudo para acelerar. Acredito que melhoramos.”

Masashi Yamamoto, gerente geral da divisão automobilística da Honda, admitiu que a McLaren tentou rescindir o acordo "desde o início da temporada" e que "é uma pena e uma decepção a separação".

Mas ele compartilha a convicção de Moriyami, de que a Honda pode ter sucesso com a Toro Rosso.

"Embora não tenhamos muito tempo até o início da próxima temporada, sinto que vamos ter uma boa temporada e um bom relacionamento entre Honda e STR", disse ele.

"O espírito da STR é o mesmo espírito da Honda. Creio que podemos trabalhar sem problemas no próximo ano."

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Equipes Toro Rosso
Tipo de artigo Últimas notícias