Comissão da FIA conclui: Bianchi 'não reduziu o suficiente' antes de acidente

compartilhar
comentários
Comissão da FIA conclui: Bianchi 'não reduziu o suficiente' antes de acidente
Por: José Edgar de Matos
3 de dez de 2014 15:54

Em relatório de 396 páginas, grupo escolhido para investigar Bianchi exime o trator colocado na área de escape de culpa no caso

Bianchi segue internado, mas prossegue a recuperação em Nice
Dia no qual divulgou o calendário provisório para a temporada 2015 de Fórmula 1, a Federação Internacional de Automobilismo também divulgou uma importante decisão sobre o último campeonato, mais especificamente em relação ao grave acidente sofrido pelo francês Jules Bianchi, no Grande Prêmio de Suzuka, em 5 de outubro.
 
Em relatório de 396 páginas divulgado nesta quarta-feira, a Comissão responsável por analisar o caso concluiu que o principal culpado do acidente foi o próprio piloto francês, que não reduzira o suficiente para evitar a colisão com o trator colocado na área de escape para retirar o carro de Adrian Sutil.
 
O grupo, que contava com o ex-piloto Emerson Fittipaldi, aponta uma falha do piloto no momento. A velocidade, segundo os relatores, deveria ser menor por conta das péssimas condições do tempo naquele dia em Suzuka – uma forte chuva atingiu o circuito no domingo da corrida.
 
Segundo o comunicado, o capacete de Bianchi atingiu a parte inferior do guindaste. O impacto provocou uma grande desaceleração da caixa craniana, responsável por ferir gravemente o piloto, que segue em recuperação na cidade de Nice, na França.
 
O relatório também critica Adrian Sutil, que se deixou a pista uma volta antes e obrigou o trator a entrar na área de escape para retirar a sua Sauber. “Se os pilotos respeitam ao que exige uma situação de bandeiras amarelas duplas, nem os competidores e nem os fiscais deveriam ser colocados em perigo”, destacaram os responsáveis pelo documento.
 
Emerson Fittipaldi e companhia também propuseram mudanças no regulamento das bandeiras amarelas e a antecipação de uma hora no regulamento em relação à largada – o início da prova deve ocorrer no máximo 4h antes do pôr do sol, e não 3h, conforme ocorreu em Suzuka.
Próxima Fórmula 1 matéria
Com 21 corridas e GP Brasil no feriado, FIA divulga calendário provisório da F1

Previous article

Com 21 corridas e GP Brasil no feriado, FIA divulga calendário provisório da F1

Next article

Comissão que analisou caso Bianchi pede mudanças na F-1

Comissão que analisou caso Bianchi pede mudanças na F-1
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Autor José Edgar de Matos
Tipo de matéria Últimas notícias