Comissário explica dura punição a Kimi: “Regra é regra”

Ex-piloto Mika Salo, comissário convidado na Bélgica, insiste que seu compatriota deveria ter aliviado em trecho de bandeiras amarela

O ex-piloto de F1 Mika Salo, comissário convidado do GP da Bélgica, explicou a punição que foi aplicada a Kimi Raikkonen durante a corrida em Spa-Francorchamps, o que reduziu as possibilidades do finlandês em subir ao pódio.

Raikkonen andava em quarto lugar na prova quando recebeu um stop and go. O piloto da Ferrari não reduziu a velocidade sob as bandeiras amarelas, presentes ali durante a remoção do carro quebrado de Max Verstappen.

Muitos fãs estranharam uma punição tão severa, mas Salo afirmou que as regras preveem justamente esse tipo de decisão. “É a regra. Era um trecho de bandeira amarela dupla”, explicou, em entrevista à emissora finlandesa C More.

“Tivemos a informação de que todos os pilotos levantaram o pé do acelerador, exceto Kimi. Havia pessoas do lado da pista empurrando o carro [de Verstappen]. Tudo pode acontecer, e Kimi não pode fazer esse julgamento. Regra é regra, simples assim”, completou.

Raikkonen caiu para sexto com a punição, mas superou Nico Hulkenberg e Valtteri Bottas para fechar na mesma quarta posição que ocupava no início da prova. 

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Bélgica
Pista Spa-Francorchamps
Pilotos Kimi Raikkonen
Tipo de artigo Últimas notícias