Como Alonso se prepara para temporada puxada com F1 e WEC

Piloto da McLaren na F1, Fernando Alonso mudou sua rotina diária para evitar o desgaste durante sua preparação para a estreia no Mundial de Endurance.

O bicampeão fará sua primeira largada no WEC neste fim de semana, com parte de um comprometimento com a Toyota na classe LMP1 por toda a supertemporada.

A participação de Alonso nas 6 Horas de Spa-Francorchamps acontecerá apenas uma semana depois do GP do Azerbaijão, sendo que o GP da Espanha acontece uma semana depois.

Sua jornada no WEC incluirá a estreia nas 24 Horas de Le Mans na tentativa de conquistar a tríplice coroa, que também tem o GP do Mônaco (vencido por Alonso em 2006 e 2007) e as 500 Milhas de Indianápolis, prova em que o espanhol competiu pela primeira vez no ano passado. 

“Estou economizando mais energia todos os dias”, disse Alonso. “Eu sei que isso importa. Você tenta pensar duas semanas à frente, [pensando] de qual energia você vai precisar em um período de duas semanas.”

“Não é uma preparação em curto prazo, é mais em longo prazo. Quero estar 100% no próximo domingo, preciso estar 100% no domingo seguinte, na Espanha. Preciso estar 100% no domingo em Le Mans.”
“Definitivamente é um cálculo apertado sobre o programa de treinos, como você voa, como descansa, que voos pega, a comida que come.”

“Você tem de estar em nível médio de 99%, sem estar fraco.”

A parte mais intensa da temporada de Alonso será uma sequência de seis semanas, que tem início nos testes de Le Mans, no dia 3 de junho, e passa pelo GP do Canadá e a semana das 24 Horas. 

Alonso permanecerá na França para o GP de F1, na semana seguinte, antes de ir à Áustria e à Inglaterra, também em domingos consecutivas. 

Uma viagem ainda pior está programada para o fim do ano.

Com a mudança da data das 6 Horas de Fuji, isso significa que haverá mais cinco compromissos seguidos, em três continentes, para o espanhol na reta final do ano. 

No dia 30 de setembro, há o GP da Rússia, seguido do GP do Japão e a corrida de Fuji do WEC, em 14 de outubro. 

Alonso, então, irá à América do Norte para as corridas seguidas da F1 nos Estados Unidos e México. 

Depois disso, Alonso tem um fim de semana de descanso antes de terminar 2018 com uma nova sequência de três provas: o GP do Brasil, as 6 Horas de Xangai e o encerramento da temporada da F1, em Abu Dhabi. 

Alonso já dedicou tempo significativo em sua preparação. Além das sessões costumeiras com o simulador de F1 da McLaren, o espanhol também passou um tempo no simulador da Toyota, em Colônia, na Alemanha. 

Alonso citou a manhã de quinta-feira antes do GP do Azerbaijão como bom exemplo de como mudou sua programação para viagens. 

“Eu acordo e planejo ir à academia para fazer pequenos exercícios. Eu apenas me sentia em meus 90%, então não fiz nada. Fiquei um pouco mais na cama e vou dormir cedo novamente [à noite]. Estou o mais bem preparado que posso.”

O restante do ano de Alonso:

5 de maio: 6 Horas de Spa (WEC)

13 de maio: GP da Espanha (F1)

27 de maio: GP de Mônaco (F1)

3 de junho: Testes de Le Mans (WEC)

10 de junho: GP do Canadá (F1)

16 e 17 de junho: 24 Horas de Le Mans (WEC)

24 de junho: GP da França (F1)

1º de julho: GP da Áustria (F1)

8 de julho: GP da Inglaterra (F1)

22 de julho: GP da Alemanha (F1)

29 de julho: GP da Hungria (F1)

19 de agosto: 6 Horas de Silverstone (WEC)

26 de agosto: GP da Bélgica (F1)

2 de setembro: GP da Itália (F1)

16 de setembro: GP de Cingapura (F1)

30 de setembro: GP da Rússia (F1)

7 de outubro: GP do Japão (F1)

14 de outubro: 6 Horas de Fuji (WEC)

21 de outubro: GP dos Estados Unidos (F1)

28 de outubro: GP do México (F1)

11 de novembro: GP do Brasil (F1)

18 de novembro: 6 Horas de Xangai (WEC)

25 de novembro: GP de Abu Dhabi (F1)

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1 , WEC
Pilotos Fernando Alonso
Equipes McLaren , Toyota Racing
Tipo de artigo Análise