Como Nasr, veja outros pilotos que “saíram do mercado” da F1

Relembre pilotos que marcaram época no mundial, mas acabaram por não ter continuidade no campeonato

Com o anúncio da ida de Felipe Nasr ao IMSA em 2018, o brasileiro fecha de vez a porta para um retorno à Fórmula 1. Apesar de ter feito duas temporadas no mundial com pontos em ambas, o piloto perdeu seu patrocínio do Banco do Brasil no fim do último ano e por isso acabou tendo um ano sabático em 2017.

Mas que outros pilotos saíram da Fórmula 1 nos últimos anos e sumiram do paddock? Veja alguns:

Pastor Maldonado, na F1 entre 2011 e 2015

Pastor Maldonado, na F1 entre 2011 e 2015
1/10

Vencedor do famoso GP da Espanha de 2012, última vitória da Williams até hoje, Maldonado acabou ficando mais famoso por seus acidentes e por ser piloto pagante. Patrocinado pela PDVSA, o piloto viu seu investimento sendo retirado devido à crise na Venezuela. O piloto está há um ano e meio parado. Ele realizou um teste para a Pirelli com um carro de GP2 neste ano.

Photo by: XPB Images

Kamui Kobayashi, na F1 entre 2009 e 2014

Kamui Kobayashi, na F1 entre 2009 e 2014
2/10

O japonês roubou a cena no início da carreira, surpreendeu em várias corridas e ainda conquistou um pódio no Japão em 2012. Após ser tirado da Sauber por Esteban Gutierrez, o piloto fez um ano como piloto no WEC pela Ferrari nos GTs. Em 2014, ele tentou retornar para a F1 pela Caterham, mas o time faliu ao fim do ano. Atualmente ele compete no WEC pela Toyota.

Photo by: XPB Images

Bruno Senna, na F1 entre 2010 e 2012

Bruno Senna, na F1 entre 2010 e 2012
3/10

Depois de fazer dois anos e meio de F1, o piloto andou no WEC em 2013 pela Aston Martin e correu pela Fórmula E até a temporada 2015-16 pela Mahindra. Parte do programa de GT da McLaren fora da pista, ele compete na LMP2 no WEC desde 2016.

Photo by: XPB Images

Heikki Kovalainen, na F1 entre 2007 e 2013

Heikki Kovalainen, na F1 entre 2007 e 2013
4/10

Depois de perder a vaga na Caterham em 2012, o finlandês ainda substituiu Kimi Raikkonen na Lotus no fim de 2013 após o compatriota ter feito uma cirurgia nas costas. Após isso, Heikki passou a atuar no Japão, no Super GT, onde foi campeão em 2016.

Photo by: XPB Images

Jean-Eric Vergne, na F1 entre 2012 e 2014

Jean-Eric Vergne, na F1 entre 2012 e 2014
5/10

Demitido da Toro Rosso no fim de 2014, o piloto foi para a Fórmula E e compete no campeonato até hoje. O francês também realizou provas pela LMP2 no Mundial de Endurance neste ano em paralelo.

Photo by: XPB Images

Esteban Gutierrez, na F1 entre 2013 e 2016

Esteban Gutierrez, na F1 entre 2013 e 2016
6/10

Após sair da Haas e ver as portas da Fórmula 1 se fechando, o mexicano fez três provas pela Techeetah na Fórmula E neste ano e atuou em outras sete corridas da Indy pela Dale Coyne substituindo Sebastien Bourdais. Atualmente, ele negocia para correr na Indy em 2018.

Photo by: XPB Images

Timo Glock, na F1 entre 2004 e 2012

Timo Glock, na F1 entre 2004 e 2012
7/10

Famoso por ter sido ultrapassado por Hamilton na última curva do GP do Brasil de 2008 e “tirar” o título de Massa, o piloto acabou sendo prejudicado pela saída da Toyota da F1 no fim de 2009. Ele andou por três anos na Virgin/Marussia, antes de se transferir para o DTM, onde corre até hoje.

Photo by: XPB Images

Max Chilton, na F1 entre 2013 e 2014

Max Chilton, na F1 entre 2013 e 2014
8/10

Primeiro estreante a completar todas as provas do primeiro ano e companheiro de Jules Bianchi na Marussia quando o francês sofreu seu acidente fatal, o britânico foi para os EUA. Ele andou na Indy Lights em 2015 e fez as últimas duas temporadas da IndyCar pela Chip Ganassi.

Photo by: XPB Images

Vitaly Petrov, na F1 entre 2010 e 2012

Vitaly Petrov, na F1 entre 2010 e 2012
9/10

Dono do primeiro pódio russo na F1 e famoso por tirar de Alonso o título de 2010, impedindo a passagem do espanhol durante o GP de Abu Dhabi, Petrov saiu da F1 em 2012, atuou no DTM e está atualmente no WEC na LMP2.

Photo by: XPB Images

Jaime Alguersuari, na F1 entre 2009 e 2011

Jaime Alguersuari, na F1 entre 2009 e 2011
10/10

Depois de duas temporadas e meia na Fórmula 1, o espanhol saiu em 2011 e pouco atuou no esporte a motor depois. Após realizar poucas provas de Fórmula E na primeira temporada do campeonato, o piloto anunciou aposentadoria do automobilismo aos 25 anos.

Photo by: XPB Images
Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Conteúdo especial