Como Nasr, veja outros pilotos que “saíram do mercado” da F1

compartilhar
comentários
Como Nasr, veja outros pilotos que “saíram do mercado” da F1
29 de set de 2017 17:00

Relembre pilotos que marcaram época no mundial, mas acabaram por não ter continuidade no campeonato

Com o anúncio da ida de Felipe Nasr ao IMSA em 2018, o brasileiro fecha de vez a porta para um retorno à Fórmula 1. Apesar de ter feito duas temporadas no mundial com pontos em ambas, o piloto perdeu seu patrocínio do Banco do Brasil no fim do último ano e por isso acabou tendo um ano sabático em 2017.

Mas que outros pilotos saíram da Fórmula 1 nos últimos anos e sumiram do paddock? Veja alguns:

Galeria
Lista

Pastor Maldonado, na F1 entre 2011 e 2015

Pastor Maldonado, na F1 entre 2011 e 2015
1/10

Foto de: XPB Images

Vencedor do famoso GP da Espanha de 2012, última vitória da Williams até hoje, Maldonado acabou ficando mais famoso por seus acidentes e por ser piloto pagante. Patrocinado pela PDVSA, o piloto viu seu investimento sendo retirado devido à crise na Venezuela. O piloto está há um ano e meio parado. Ele realizou um teste para a Pirelli com um carro de GP2 neste ano.

Kamui Kobayashi, na F1 entre 2009 e 2014

Kamui Kobayashi, na F1 entre 2009 e 2014
2/10

Foto de: XPB Images

O japonês roubou a cena no início da carreira, surpreendeu em várias corridas e ainda conquistou um pódio no Japão em 2012. Após ser tirado da Sauber por Esteban Gutierrez, o piloto fez um ano como piloto no WEC pela Ferrari nos GTs. Em 2014, ele tentou retornar para a F1 pela Caterham, mas o time faliu ao fim do ano. Atualmente ele compete no WEC pela Toyota.

Bruno Senna, na F1 entre 2010 e 2012

Bruno Senna, na F1 entre 2010 e 2012
3/10

Foto de: XPB Images

Depois de fazer dois anos e meio de F1, o piloto andou no WEC em 2013 pela Aston Martin e correu pela Fórmula E até a temporada 2015-16 pela Mahindra. Parte do programa de GT da McLaren fora da pista, ele compete na LMP2 no WEC desde 2016.

Heikki Kovalainen, na F1 entre 2007 e 2013

Heikki Kovalainen, na F1 entre 2007 e 2013
4/10

Foto de: XPB Images

Depois de perder a vaga na Caterham em 2012, o finlandês ainda substituiu Kimi Raikkonen na Lotus no fim de 2013 após o compatriota ter feito uma cirurgia nas costas. Após isso, Heikki passou a atuar no Japão, no Super GT, onde foi campeão em 2016.

Jean-Eric Vergne, na F1 entre 2012 e 2014

Jean-Eric Vergne, na F1 entre 2012 e 2014
5/10

Foto de: XPB Images

Demitido da Toro Rosso no fim de 2014, o piloto foi para a Fórmula E e compete no campeonato até hoje. O francês também realizou provas pela LMP2 no Mundial de Endurance neste ano em paralelo.

Esteban Gutierrez, na F1 entre 2013 e 2016

Esteban Gutierrez, na F1 entre 2013 e 2016
6/10

Foto de: XPB Images

Após sair da Haas e ver as portas da Fórmula 1 se fechando, o mexicano fez três provas pela Techeetah na Fórmula E neste ano e atuou em outras sete corridas da Indy pela Dale Coyne substituindo Sebastien Bourdais. Atualmente, ele negocia para correr na Indy em 2018.

Timo Glock, na F1 entre 2004 e 2012

Timo Glock, na F1 entre 2004 e 2012
7/10

Foto de: XPB Images

Famoso por ter sido ultrapassado por Hamilton na última curva do GP do Brasil de 2008 e “tirar” o título de Massa, o piloto acabou sendo prejudicado pela saída da Toyota da F1 no fim de 2009. Ele andou por três anos na Virgin/Marussia, antes de se transferir para o DTM, onde corre até hoje.

Max Chilton, na F1 entre 2013 e 2014

Max Chilton, na F1 entre 2013 e 2014
8/10

Foto de: XPB Images

Primeiro estreante a completar todas as provas do primeiro ano e companheiro de Jules Bianchi na Marussia quando o francês sofreu seu acidente fatal, o britânico foi para os EUA. Ele andou na Indy Lights em 2015 e fez as últimas duas temporadas da IndyCar pela Chip Ganassi.

Vitaly Petrov, na F1 entre 2010 e 2012

Vitaly Petrov, na F1 entre 2010 e 2012
9/10

Foto de: XPB Images

Dono do primeiro pódio russo na F1 e famoso por tirar de Alonso o título de 2010, impedindo a passagem do espanhol durante o GP de Abu Dhabi, Petrov saiu da F1 em 2012, atuou no DTM e está atualmente no WEC na LMP2.

Jaime Alguersuari, na F1 entre 2009 e 2011

Jaime Alguersuari, na F1 entre 2009 e 2011
10/10

Foto de: XPB Images

Depois de duas temporadas e meia na Fórmula 1, o espanhol saiu em 2011 e pouco atuou no esporte a motor depois. Após realizar poucas provas de Fórmula E na primeira temporada do campeonato, o piloto anunciou aposentadoria do automobilismo aos 25 anos.

Next article
McLaren revela perda milionária após fase complicada

Previous article

McLaren revela perda milionária após fase complicada

Next article

Gasly celebra estreia na F1, mas avisa: “Preciso de tempo”

Gasly celebra estreia na F1, mas avisa: “Preciso de tempo”
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1