Confira estatísticas e curiosidades do Grande Prêmio da Espanha

Na Catalunha desde 1991, GP da Espanha entrará em sua 42ª edição em 2012 e não tem chuva desde 1996

Senna e Mansell descem a reta da Catalunha em 1991

Em 2012, o GP da Espanha de F-1 entrará em sua 42ª edição, a 22ª no circuito da Catalunha - no qual acontece desde 1991. A corrida já foi disputada em quatro pistas além da atual. Foram elas: Jerez (1986-90), Jarama (1967-68, 1970, 1972, 1974, 1976-80), Montjuic (1969, 1971, 1973, 1975)  e Pedralbes (1951, 1954). A corrida terá 66 voltas e os pilotos, ao final delas, terão percorrido 307.104km no circuito de 4,655m. O recorde da pista foi marcado em 2008 e pertence a Kimi Raikkonen com a Ferrari, 1:21.670.

Em seus anos sediando o GP da Espanha, o circuito da Catalunha recebeu pequenas mudanças em seu layout. Em 2004, a curva 10 foi encurtada, e em 2007, foi criada uma nova seção após a curva 12, que é o ponto mais lento da pista – a chicane das curvas 14 e 15. A previsão para domingo é de chuva, e, se acontecer, será a primeira vez desde 1996 que a corrida espanhola será disputado debaixo d'água.

A prova de 1996 foi marcada pela primeira vitória de Schumacher pela Ferrari, tendo sido até hoje o único piloto que não saiu da primeira fila e ganhou a prova em Barcelona. Apenas seis carros finalizaram aquela corrida, com o brasileiro Pedro Paulo Diniz sendo o último deles e marcando seu primeiro ponto na F-1.

O GP da Espanha já decidiu o título mundial uma vez. Foi no longínquo ano de 1951 que, com sua Alfa Romeo, o argentino Juan Manuel Fangio garantiu o primeiro de seus cinco campeonatos ao ganhar a corrida, derrotando o pole position e concorrente ao título Alberto Ascari, da Ferrari.

Em 1975, a corrida espanhola em Montjuic Park foi marcada pela tragédia. Na volta 25, a asa traseira do alemão Rolf Stommelen saiu no meio de uma reta, o que fez com que seu carro fosse desgovernado parar no guard-rail, que cedeu após as colisões dele e José Carlos Pace, que vinha logo atrás. A batida acabou causando a morte de cinco espectadores devido aos destroços. A prova foi encerrada quatro voltas depois. Outro fato que também marcou a corrida foi o sexto lugar da italiana Lella Lombardi, a única mulher a ter pontos na F-1 até hoje (0,5 ponto, graças à interrupção prematura da prova).

O vencedor da prova de 1975 foi o alemão Jochen Mass – sua única vitória na F-1. Um ano antes, na prova espanhola, mas em Jarama, Niki Lauda conquistou seu primeiro triunfo na F-1 também.

Em 1986, após quatro temporadas sem sua realização, o GP da Espanha passou a ser corrido em Jerez. Na primeira prova no circuito espanhol, Ayrton Senna conseguiu sua terceira vitória na carreira por apenas 0.014s à frente de Nigel Mansell. Esta é a terceira menor diferença entre primeiro e segundo colocados na história, sendo superada pelos 11 milésimos entre Barrichello e Schumacher nos EUA em 2002, e o um décimo cravado entre Gethin e Peterson na Itália em 1971.

Em 1990, o fim de semana marcou um dos acidentes mais graves da história da F-1. O norte-irlandês Martin Donnelly perdeu o controle de sua Lotus durante os treinos e chocou seu carro contra o muro. A força do impacto fez com que o bólido se dividisse ao meio e Donnelly fosse jogado para fora do carro, indo parar no meio da pista. O piloto não morreu, mas sofreu concussão cerebral, trauma craniano, pulmão perfurado, pernas quebradas, queixo e braços contundidos. Martin ficou hospitalizado por meses e nunca mais voltou à F-1.

Em 2001 liderando com folga, Mika Hakkinen abriu a última volta da corrida 40 segundos à frente de Michael Schumacher. O que ele (e nem ninguém) poderia esperar era que seu carro quebrasse logo após sair da curva três, se arrastando até parar na oito. Schumacher o passou e venceu a prova, que teve Montoya (em seu primeiro pódio na F-1) em segundo e Villeneuve (no primeiro pódio da equipe B.A.R.) em terceiro.

Confira a última volta desta corrida histórica:

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Espanha
Tipo de artigo Últimas notícias