Confira quanto gastou e arrecadou a Mercedes em 2017

compartilhar
comentários
Confira quanto gastou e arrecadou a Mercedes em 2017
Por: Adam Cooper
4 de out de 2018 17:21

Time alemão aumentou investimento e lucros com quarto título seguido conquistado na temporada do último ano

A equipe Mercedes gastou 309,7 milhões de libras em 2017, com um aumento de 45,9 milhões em relação ao valor do ano anterior, de 263,8 milhões de libras. Os números refletem os custos extras de desenvolvimento para o novo regulamento da F1.

Os números, que refletem apenas o custo da equipe e não o desenvolvimento do motor no centro em Brixworth, mostram o quanto os campeões mundiais tiveram que gastar para se manter no topo.

No entanto, apenas cerca de 60 milhões de libras do total foram efetivamente pagos pela empresa-mãe, a Daimler AG, indicando que a fabricante de Stuttgart continua a ter um poderio impressionante.

O faturamento geral, que inclui os pagamentos em dinheiro de premiação da F1, patrocínio e receita de marketing da Daimler, subiu de 289,4 milhões de libras para 337,2 milhões. Um ganho cambial também contribuiu para esse aumento. Mercedes aponta que sua receita aumentou em 194% desde 2012.

A receita de marketing da Daimler está listada nas contas em 90,8 milhões de libras. No entanto, isso abrange os pagamentos combinados feitos em 2016 e 2017.

Embora não haja divisão oficial listada para os dois anos, entende-se que foram cerca de 30 milhões de libras em 2016 e 60 milhões de libras em 2017. Em outras palavras, a Daimler aumentou seu pagamento em 30 milhões de libras no ano passado para atender aos custos extras de desenvolvimento dos carros.

Em 2016, a equipe registrou uma perda de 3,8 milhões de libras, mas isso foi impactado pelo pagamento de impostos além do normal e, em 2017, obteve um lucro de 13,3 milhões de libras.

Os números mostram que a equipe pagou oficialmente 19,9 milhões de libras de volta à Daimler AG para cobrir o aluguel de motores para a temporada.

O número de funcionários da Brackley em 2017 foi em média de 912, acima dos 849 do ano anterior, o que contribuiu para que a massa salarial aumentasse em 3,9 milhões de libras.

A Mercedes também destaca que desfrutou de uma participação de 24,7% da cobertura de TV em 2017, representando um AER (Advertising Value Equivalent, equivalente a valor publicitário) de 3,4 bilhões de libras para a marca e os parceiros da equipe.

Próxima Fórmula 1 matéria
Para Hulk, Renault “se perdeu” no desenvolvimento

Previous article

Para Hulk, Renault “se perdeu” no desenvolvimento

Next article

Racing Point pagou £90 milhões pela Force India; entenda

Racing Point pagou £90 milhões pela Force India; entenda
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Equipes Mercedes Shop Now
Autor Adam Cooper
Tipo de matéria Últimas notícias