Confirmado: Alonso perde 20 posições no grid na Áustria

McLaren decide trocar três itens da unidade de potência do piloto espanhol para corrida em Spielberg.

Como adiantado pelo Motorsport nesta quinta-feira, o espanhol Fernando Alonso começará o GP da Áustria com uma grande desvantagem no grid de largada. O bicampeão mundial perderá nada menos que 20 posições por ter trocado três dos seis itens de sua unidade de potência.

O espanhol estava no quarto e último MGU-H, Turbo, centralina eletrônica e motor a combustão. Sua equipe decidiu por entrar no quinto de três deles. Foram eles o MGU-H, Turbo e motor a combustão. Sua central eletrônica continua sendo a quarta.

Como manda o regulamento, Alonso perde dez posições por trocar pela quinta vez um dos seis itens da unidade de potência. Após isso, quando trocar pela quinta vez os demais itens, o piloto perde apenas cinco posições. Portanto, se soma dez do primeiro, mais cinco do segundo e cinco do terceiro.

Com isso, o espanhol muito provavelmente terá de pagar uma punição na prova, dependendo de quantas posições de penalização no grid não conseguir pagar. Confira:

-Se sobrar entre 1 e 5 lugares, uma punição de 5 segundos antes da primeira parada;
-Se sobrar entre 6 e 10 lugares, uma punição de 10 segundos antes da primeira parada;
-Se sobrar entre 11 e 20 lugares, um drive-through;
-Se sobrar entre mais de 20 lugares um stop and go de 10 segundos.

Quem também perderá posições no grid por troca de motor a combustão será o australiano Daniel Ricciardo da Red Bull - dez. No entanto, a equipe austríaca garantiu ontem que também trocará o motor de Kvyat, o que poderá lhe acarretar dez posições no grid também.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Áustria
Pista Red Bull Ring
Pilotos Fernando Alonso
Equipes McLaren
Tipo de artigo Últimas notícias