Conheça o homem que compra carros históricos "impossíveis"

O editor do Motorsport.com, Charles Bradley conversou com Zak Brown, homem de negócios da F1 que utiliza do bom trânsito entre os figurões da F1 para incrementar sua coleção de carros históricos da categoria

Zak Brown é uma daquelas figuras completamente desconhecidas do grande público, mas que toda pessoa que frequenta o paddock da F1 conhece e sabe de sua importância. Ele já conseguiu trazer grandes patrocinadores à categoria e às equipes. Ao mesmo tempo, utiliza métodos pouco comuns na hora de alimentar uma de suas grandes paixões: carros que fizeram história na F1.

Brown teve como maior negócio de sua vida a compra do carro de 2001, de Mika Hakkinen, vencedor do GP da Grã-Bretanha. Ron Dennis estava com a máquina e parece que não foi fácil de adquirir.

"Levou cerca de dois anos", disse ao MOTORSPORT.COM, quando perguntado quanto tempo duraram as negociações. "Dennis mantém uma pasta com uma lista de todos os seus carros. Ele tem cerca de 125. Tenho que dar o crédito a Martin (Whitmarsh, ex COO da McLaren), que me ajudou na negociação."

"Era exatamente o que eu queria. Tenho quatro carros vencedores do GP da Grã-Bretanha e Hakkinen é um dos meus pilotos favoritos, é um dos meus grandes carros da coleção. O único outro carro da West em mãos de pessoa física é um que está com Adrian Newey, mas é um carro comum."

"É um carro incrível para dirigir. Precisou de 14 pessoas para eu correr em Silverstone. A eletrônica é a parte mais complexa, foi preciso da ajuda de toda equipe."

A coleção de carros de Brown é mantida e administrada por uma equipe de corrida, a United Autposports, que compete regularmente em provas de GT desde 2009 e está próxima de entrar em competições de protótipos na European Le Mans Series.

Dirigida pelo ex-piloto de F3000, Richard Dean, a equipe com sede em Leeds, na Inglaterra, faz a imagem de seu dono.

Dean explica: "Zak começou a colecionar carros e fomos cuidar deles. Em seguida, outros clientes vieram juntos e começamos a correr com eles."

Qual é a chave do sucesso?

Zak Brown tem recebido os créditos de muitos negócios na história recente do automobilismo. O relacionamento que construiu, gerando grandes receitas para as equipes, é que o fez parecer inatingível.

"Funciona assim: eu estou fazendo negócios com esses caras, trazendo patrocínios. 'te vendo uma coisa, agora me dê alguma outra coisa'."

Dean ironiza: " Então dão algo a ele apenas para ir embora."

Por exemplo, o envolvimento de Brown no patrocínio de Martini na Williams o permitiu comprar alguns carros de Frank Williams.

"Tenho o carro do título de Alan Jones de 1980, de Nigel Mansell do GP da Grã-Bretanha de 1987 e outras quatro provas e o carro de Jacques Villeneuve, vencedor de outro GP da Grã-Bretanha", disse sorrindo.

Fazem parte de sua coleção ainda uma Lotus de Ayrton Senna de 1986, uma Ferrari de 1990 de Nigel Mansell e uma Mercedes de Lewis Hamilton de 2013.

Ele acrescenta: "Tenho um bom relacionamento com todos eles, para que eu possa ter carros que não estão à venda. Você tem que saber quando pedir e isso quando eles querem alguma coisa de você."

"Temos a sorte de ter um relacionamento que dá a possibilidade de acesso aos carros que outras pessoas talvez não tenham."

O negócio é apenas o começo

Uma vez que o carro está em suas mãos, o verdadeiro desafio começa em termos de colocá-lo na pista. Enquanto a McLaren de Hakkinen foi meticulosamente preparada em Woking, nem todos os carros chegam às portas da United em perfeito estado.

Dean explica: "Reconstruímos a Williams de Alan Jones. Quando começamos a explorar, vimos que haviam alguns pedaços que não eram originais. Então a relação de Zak com a Williams não poderia ter sido mais útil. Eles tinham essas peças e tudo acabou dando certo."

"Corremos com o carro em Silverstone e foi sensacional." Brown acrescenta: "acho que o pessoal da Williams que nos ajudou gostou do que viu. Eles querem os carros nas mãos das pessoas certas, não para qualquer um."

O que vem a seguir?

A sensação é de que Brown não permanece com a sensação de vitória por muito tempo e há sempre um outro negócio no futuro próximo.

Que tal o mais difícil deles: Bernard Charles Ecclestone?

Todos sabem que ele tem um bunker cheio de Brabhams e muitos outros clássicos escondidos. Que tal, Zak?

"Eu tentei", diz ele. "Eu quero um Brabham e ele me disse: 'se você quiser um, compre os outros 44 também e em seguida, venda-os'."

"Tento conseguir um Brabham, mas não tenho interesse em comprar 44. Um carro de Nelson Piquet é o que mais desejo."

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Richard Dean , Zak Brown
Tipo de artigo Conteúdo especial