Consciente que carro precisa melhorar, Alonso anseia liderar após última etapa

Asturiano pretende comprovar avanços de sua Ferrari nas áreas mais importantes do GP do Canadá: velocidade de reta e tração

Fernando Alonso

Liderar o campeonato com um carro bom é obrigação, mas fazer isso pilotando um bólido aquém do rendimento esperado é para poucos. E por enquanto, Fernando Alonso vem fazendo isso com maestria. Contudo, isso não faz com que o asturiano descanse: o bicampeão cobra melhoras de seu F2012 para que esteja na ponta quando importa, após a última etapa.

“Liderar o campeonato é apenas o começo, é o ponto de partida, porque o objetivo final é estar na ponta após a última corrida no Brasil, em novembro ", disse Alonso. "É um campeonato longo e as seis primeiras corridas nos trouxeram pontos suficientes para estar na liderança, mas estamos bem conscientes de que temos que melhorar. Precisamos tornar o carro mais rápido, trabalhando duro, e, ao mesmo tempo, não cometer erros e encontrar coerência, o que não é coisa fácil de fazer neste campeonato tão disputado”, revelou.

Duas das grandes deficiências da Ferrari F2012 são a tração e a velocidade final, justamente dois fatores importantíssimos para a próxima etapa, no Canadá, mas, segundo o homem de Oviedo, o carro vem evoluindo.

“Eu acho que nós melhoramos o carro nessas áreas desde o início da temporada. No Canadá será um bom teste para isso", disse o espanhol, que vê o circuito de Montreal como bastante desafiante. “Esperamos que neste fim de semana vejamos uma Ferrari competitiva, o que será muito importante para nós, não apenas nesta corrida, mas também no resto da temporada”, completou.

E mesmo sabendo que seu carro ainda não esbanja uma saúde como os da McLaren ou da Red Bull, Fernando Alonso não vê desculpa para seu bólido não ir bem no GP do Canadá:

"Não vejo nenhuma razão para que a Ferrari não deva ser competitiva no Canadá, lutando pelos primeiros lugares ao final da corrida. Terminar no pódio e vencer corridas é não é fácil, mas o importante é marcar pontos e encontrar um bom nível de consistência”, finalizou o asturiano.

Fernando Alonso encontra-se como líder do campeonato desde o fim do GP da Espanha, quando, naquela época, compartilhava o primeiro lugar com o alemão Sebastian Vettel. Atualmente, o asturiano tem 76 pontos enquanto Vettel possui 73, a mesma marca do companheiro de equipe Mark Webber.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP do Canadá
Pilotos Fernando Alonso
Tipo de artigo Últimas notícias