Conselheiro da Red Bull estranha saída de Ricciardo

compartilhar
comentários
Conselheiro da Red Bull estranha saída de Ricciardo
Por: Scott Mitchell
Co-autor: Ruben Zimmermann
21 de ago de 2018 10:20

Helmut Marko afirmou que não entendeu a decisão de Daniel Ricciardo em se juntar à Renault, o que classificou como uma situação “muito estranha”.

Esperava-se que Ricciardo assinasse um novo contrato com a Red Bull antes das férias da F1, mas surpreendeu sua atual equipe ao concordar em pilotar pela Renault a partir do ano que vem.

Entende-se que a Red Bull tenha concordado com todas as demandas contratuais de Ricciardo, o que fez com que o chefe do time, Christian Horner, desconfiasse que o australiano temesse se tornar um número dois de Max Verstappen.

Em entrevista à emissora austríaca Servus TV, Marko disse: “Não entendo. Foi uma situação muito estranha.”

“As negociações foram difíceis, mas na quarta-feira anterior ao GP da Áustria, conversamos por duas horas e chegamos a um acordo.”

“Durante o fim de semana, falamos e negociamos de novo.”

“Na Hungria, ele disse ao senhor [Dietrich] Mateschitz e a mim que estava OK com tudo e que assinaria [o contrato] durante o teste de terça-feira [pós-GP da Hungria]. Mas ele não assinou.”

“Na quinta-feira, ele me ligou e disse que iria para a Renault. Eu somente consigo assumir que ele talvez não confie no projeto da Honda ou que a Renault ofereceu a ele muito dinheiro.”

Ricciardo já venceu duas corridas com a Red Bull nesta temporada, enquanto que a Renault ainda não conquistou pódios no processo de reconstrução de sua equipe de fábrica.

A Renault também admitiu que ficou decepcionada por não ter mais progresso como equipe e como fornecedora de motor em 2018.

Marko disse que “será difícil” ver Ricciardo fazendo sua tradicional comemoração do “shoey” em um futuro próximo.

“Incluindo seu período em nosso programa júnior, ele esteve com a Red Bull por dez anos. Ele disse que precisava de uma mudança de ambiente, e eu posso entender isso. Mas é uma pena, porque ele é um dos pilotos mais fortes.”

“Suas ultrapassagens são ótimas. Elas surgem do nada e, às vezes, seus oponentes nem percebem que estão sendo ultrapassados.”

A Red Bull escolheu Pierre Gasly, atualmente na Toro Rosso, para substituir Ricciardo, mantendo a política de pegar os pilotos já pertencentes ao seu quadro para promover para o time principal.

Marko, que disse que a Red Bull irá analisar as opções para a Toro Rosso até o GP da Itália, em setembro, espera que Gasly evolua bastante na próxima temporada.

“Pierre está em seu segundo ano de F1, então ainda lhe falta alguma experiência. Mas sua velocidade pura, especialmente em classificação, é muito próxima à de Max. Essa é uma de suas forças.”

“Esperamos que ele seja um substituto apropriado para Ricciardo na metade da temporada.”

O bicampeão Fernando Alonso foi um nome cogitado pelos fãs para substituir Ricciardo, mas foi descartado.

Marko acrescentou: “Negociamos com ele em 2007 ou 2008. Suas exigências eram muito tediosas na época.”

“Se você olhar para sua história na McLaren e Ferrari, era sempre o show de um homem só. Isso não se encaixa com a gente.”

Próxima Fórmula 1 matéria
Ricciardo: Podemos aumentar GPs se tivermos menos atividades

Previous article

Ricciardo: Podemos aumentar GPs se tivermos menos atividades

Next article

Gasly revela que estava de cuecas quando teve convite da RBR

Gasly revela que estava de cuecas quando teve convite da RBR
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Pilotos Daniel Ricciardo Shop Now
Equipes Red Bull Racing Shop Now
Autor Scott Mitchell
Tipo de matéria Últimas notícias