Cortado no Q1, Massa reclama de falta de potência no motor

“Não conseguia nem colocar sexta marcha na reta oposta”, revela brasileiro após se decepcionar com classificação em Montreal.

Mais uma vez Felipe Massa não teve sorte no Canadá. Historicamente uma pista de retrospecto difícil para o piloto da Williams, hoje não foi diferente. Ainda durante o Q1, o brasileiro sofreu com problemas em sua unidade motriz da Mercedes. Reclamando pelo rádio, Felipe não teve escolha senão abortar sua última tentativa e se contentar com o 17º posto (16º após a punição a Max Verstappen).

“Eu perdi a potência totalmente”, declarou Massa no Canadá à TV Globo.

“Eu fazia o primeiro setor perdendo um pouquinho de potência, mas até nem tanto. Aí, depois que eu terminava o primeiro setor, entrando pela curvas 6 e 7, onde tem uma retinha, o motor reduzia a potência totalmente.”

“Conforme eu aumentava a aceleração, mais reduzia. Na hora que eu cheguei na reta oposta não conseguia colocar nem sexta marcha. Ali perdi tempo. E era muito tempo.”

“Não tive o que fazer. Temos que entender o que aconteceu. Temos que conversar com a Mercedes. Eles vão saber explicar tudo.”

O piloto teve companhia ilustre no dia difícil, já que Vettel, enfrentando problemas parecidos, não conseguiu performance suficiente e largará em 15º.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP do Canadá
Sub-evento Sábado classificação
Pista Circuit Gilles-Villeneuve
Pilotos Felipe Massa
Equipes Williams
Tipo de artigo Últimas notícias