Cosworth é colocada à venda, mas pretende manter-se na Fórmula 1

Fornecedora concede motores para apenas duas equipes na categoria: as fracas Marussia e HRT. Empresa já trabalha nos V6 de 2014

A Coswarth, fornecedora de motores para as equipes que ocuparam a lanterna nos últimos dois mundiais de Fórmula 1, Marussia e HRT, será colocada à venda após a tentativa, sem sucesso, de vender ações na bolsa de valores.

Por um ano e meio a fornecedora não entrou no mercado de valores, mas agora se viu sem saída. "Ficamos estagnados por 18 meses e o conselho decidiu que não podemos esperar mais, caso contrário perderíamos a oportunidade", disse o chefe executivo da Cosworth, Tom Routsis, ao Times.

Trabalhando no projeto de motor para a temporada 2014, quando os atuais V8 darão lugar aos V6 turbo comprimidos, a empresa e os funcionários querem continuar trabalhando na Fórmula 1. "Nós adoraríamos. Se nós acharmos algo que seja sustentável, queremos. Estivemos ligados à categoria por 54 anos. Somos apaixonados e queremos ficar na Fórmula 1", disse o manager da empresa na F-1, Kim Spearman. 

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias