Coulthard revela que batida de Piquet acabou com sonho da Indy

compartilhar
comentários
Coulthard revela que batida de Piquet acabou com sonho da Indy
Por: Julianne Cerasoli
20 de out de 2011 09:02

Para ex-piloto escocês, "não há necessidade de correr roda a roda a 360km/h para entreter o público"

Acidente de Nelson Piquet em 1992

O ex-piloto de F-1 David Coulthard criticou os níveis de segurança da Indy – e revelou que seu sonho de correr na categoria acabou quando viu o acidente com Nelson Piquet nos treinos para as 500 Milhas de Indianápolis, em 1992.

“Tiro o chapéu para quem está correndo no Indy agora. Poderia ter me mudado com minha família para lá e fazer a vida nos EUA, mas a equação risco/recompensa simplesmente não era boa o bastante para mim.”

O escocês relembrou em sua coluna no jornal inglês Daily Telegraph como o acidente com Piquet mudou sua percepção a respeito da categoria norte-americana.

“Sempre sonhei em correr nos Estados Unidos. Lembro de assistir, ainda jovem em um apartamento que dividia com mecânicos em Milton Keynes, os treinos para as 500 Milhas de Indianápolis e ficar maravilhado. Até que Nelson Piquet bateu. Minha lembrança é de ver meu herói com o visor aberto, o pé saindo para fora do cockpit. Meu sonho acabou naquele instante.”

Não que Coulthard acredite que não há risco na F-1, mas, para o hoje comentarista da TV britânica, a Indy está muito atrasada.

“Sentia que a F-1 estava em um nível aceitável e a Indy estava, e provavelmente está, uns 20 anos atrás em termos de segurança.”

O ex-piloto de Williams, McLaren e Red Bull acredita que as velocidades e os muros próximos são os ingredientes que tornam a Indy perigosa demais.

“O motivo principal é simples: velocidade. Não há necessidade, na minha opinião de correr a 360km/h, roda a roda, em circuitos ovais em sua maioria. Você não precisa fazer isso para entreter o público. Temos circuitos na F-1 com muros próximos, mas as velocidades são muito menores.”

Next article
Temendo desgaste, pilotos devem priorizar pneu macio na corrida

Previous article

Temendo desgaste, pilotos devem priorizar pneu macio na corrida

Next article

Indiano Karthikeyan vê GP como uma "experiência surreal"

Indiano Karthikeyan vê GP como uma "experiência surreal"
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Autor Julianne Cerasoli
Tipo de matéria Últimas notícias