Dany Bahar é suspenso da chefia executiva da Lotus Cars

Líder do retorno da Lotus à F-1, turco está sendo investigado por ouvidoria interna na montadora de carros esportivos

Bahar tem passagens por Ferrari e Red Bull

Líder do retorno da Lotus Cars à F-1, Dany Bahar foi suspenso de seu papel como chefe executivo da montadora. O anúncio foi feito pela empresa que controla a fabricante de carros, a DRB Hicom.

“O Grupo Lotus pode confirmar que, após uma revisão operacional, o chefe executivo Dany Bahar foi temporariamente suspenso de seu papel para facilitar a investigação feita pela DRB-Hicom Berhad acerca de sua conduta.”

Foi Bahar quem bancou a briga com Tony Fernandes pelo direito de usar o nome Lotus na F-1. O turco, que teve passagens por Ferrari e Red Bull, comandava a Lotus Cars, enquanto o malaio, proprietário da hoje Caterham, tinha um acordo com os herdeiros de Colin Chapman para utilizar o nome da equipe de corridas. Após luta judicial, a questão foi resolvida e, a partir desta temporada, a Renault passou a se chamar Lotus.

Dentro do plano de marketing de Bahar, a marca estampa ainda carros em diversas categorias, como a Indy e a GP2.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias