"De cabeça feita", Alonso não se abala com anúncio de Vettel

Espanhol dá a entender que alemão só pôde decidir seu futuro porque ele tem claro em que equipe estará em 2015

O anúncio de que Sebastian Vettel está deixando a Fórmula 1 e a declaração de seu atual chefe, Christian Horner, de que o alemão assinou com a Ferrari deixaram Fernando Alonso aparentemente em uma situação vulnerável no mercado de pilotos. Mesmo assim, o espanhol fez questão de frisar que a movimentação de Vettel só foi possível porque ele está “com a cabeça feita” sobre o que quer fazer com seu futuro.

[publicidade] “Teve uma classificação, não sei se vocês viram na TV”, brincou o espanhol ao ser questionado sobre a notícia de Vettel logo após a sessão em que marcou o quinto melhor tempo. “O que eu sei é que Sebastian está deixando a Red Bull, o resto é só adivinhação. É uma surpresa, depois de tantos anos de sucesso, e desejo o melhor para ele.”

Com a confirmação do russo Daniil Kvyat ao lado de Daniel Ricciardo na Red Bull e as duplas de Williams e Mercedes sob contrato, o caminho natural para Alonso seria um retorno à McLaren. Apesar dos atritos que fizeram com que o contrato de três anos durasse apenas uma temporada na primeira passagem do piloto pelo time de Woking, em 2007, o dono do time, Ron Dennis, já deixou claro em algumas oportunidades que teria o espanhol de volta. Alonso, contudo, diz que ainda não se decidiu “completamente”.

“Eu tenho um plano na minha mente – disse que tenho a cabeça feita há dois ou três meses. Estou em uma posição privilegiada, pois posso ir mais ou menos para onde eu quiser. Eu ganhei esse respeito durante vários anos – especialmente nos últimos 5 na Ferrari.”

O espanhol deu a entender que o anúncio da saída de Vettel da Red Bull só pôde ter sido feito depois que ele mesmo demonstrou quais eram suas intenções. “Talvez as mudanças que estamos vendo agora sejam implicações do que eu decidi. Só vou esperar um pouco e, quando resolver minhas últimas dúvidas, direi para onde vou. Há várias possibilidades. Tudo está caminhando de acordo com os planos.”

Alonso fez questão de frisar que sabe o que quer fazer da carreira. “Existe uma coisa que eu quero. Eu quero ser campeão, trabalhar profissionalmente, como eu sempre fiz na minha carreira, e quero ser feliz. Tudo isso aponta para uma direção e essa direção provavelmente vai movimentar o mercado – como está acontecendo agora – mas só vou dizer quando eu decidir.”
Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias