De chefe novo, Ferrari desiste de caça à Mercedes e quer ter 2º melhor carro

Diretor de engenharia, Pat Fry, garante que time trabalhou muito nas duas últimas semanas para corrigir problemas

Em meio a um início de ano conturbado, com desempenho mediano de seus carros e dirigente demissionário, a Ferrari parece que já desistiu de alcançar a Mercedes e se concentra em tentar ser o segundo melhor carro da temporada.

Na última corrida disputada, Fernando Alonso e Kimi Raikkonen sofreram para terminar na 9ª e 10ª posição, respectivamente, com o espanhol comemorando o “feito”. Depois o time ainda participou dos testes coletivos no Bahrein, mas pouco aproveitou o segundo dos dois dias de treinos, devido a um problema no chassi do carro de Kimi Raikkonen.

Mesmo assim, o diretor de engenharia do time, Pat Fry, garante que muito feito nessas duas semanas, entre os GPs do Bahrein e da China. "Desde a corrida Bahrain, temos estados muito ocupados, examinando todas as áreas de desempenho do carro, desde o motor, até a suspensão, passando pela aerodinâmicas", disse Fry em uma entrevista ao site da Ferrari.

"Estamos, naturalmente, trabalhando tão duro quanto pudermos para acabar com a diferença em relação aos times do topo. Ainda com a Mercedes tendo uma vantagem razoável sobre o resto do grid. Atualmente, nossa primeira prioridade é nos estabelecermos como a segunda melhor equipe”, admitiu.

No Bahrein, o F14 T sofreu principalmente pela falta de potência nas retas, mas na China o time espera um desempenho melhor, já que o circuito tem também muitas curvas lentas. "É uma pista interessante, com uma boa mistura dos tipos de curvas. Ela começa com as longas curvas lentas no início da volta e, em seguida, tem uma mistura de curvas de alta velocidade no setor do meio, além de uma reta muito longa. No entanto, mesmo com esta reta, é necessário muito downforce”, analisou.

A corrida da China será a primeira com Marco Mattiacci como novo chefe de equipe da Ferrari, após Stefano Domenicali pedir demissão devido à falta de títulos dos últimos anos.
Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da China
Tipo de artigo Últimas notícias