De contrato renovado, Massa comemora ano "mais consistente"

compartilhar
comentários
De contrato renovado, Massa comemora ano
Gabriel Carvalho
Por: Gabriel Carvalho
3 de set de 2015 18:18

Brasileiro afirma que ainda se sente “jovem” e que “experiência ajuda” na disputa com pilotos mais jovens

Felipe Massa, Williams e Sebastian Vettel, Ferrari
Valtteri Bottas, Williams
Felipe Massa, Williams
Valtteri Bottas, Williams
Felipe Massa, Williams FW37
Valtteri Bottas, Williams FW37
Valtteri Bottas, Williams FW37

Nesta quinta-feira (3), a Williams confirmou a permanência de Felipe Massa e Valtteri Bottas para a próxima temporada da F1. Após receber a certeza de que fará mais um ano com o time de Grove, Massa falou na coletiva oficial dos pilotos sobre o momento na temporada e sobre o duelo com o companheiro de equipe nas provas de 2015.

Apesar de os resultados serem melhores neste ano, o brasileiro ressaltou que o nível de desempenho era o mesmo em 2014, mas Massa teve muitos problemas que acabaram por impedir resultados melhores nas corridas. Até o momento em 2015, o piloto da Williams supera o companheiro em classificações (6 a 5) e no Mundial de Pilotos (82 a 79).

“Também fui muito competitivo no ano passado, andei próximo do meu companheiro de equipe o tempo todo. A diferença é que este ano tem sido melhor e mais consistente. Tive muitos problemas nas corridas de 2014 e acabei não terminando onde poderia em várias oportunidades. 2015 tem sido bom, mas sempre queremos mais”, disse.

Massa também foi questionado sobre como se mantém competitivo no meio de tantos jovens, sedentos por exibir boas performances. O brasileiro disse que se sente bem e veloz e que está satisfeito por andar no mesmo ritmo dos mais novos na categoria.

Eu ainda me sinto jovem. Sinto-me rápido, sinto-me competitivo. Estar aqui e perceber que consigo ser tão veloz quanto esses jovens, tanto em classificação quanto em corrida, é gratificante. Além disso, a experiência adquirida ajuda em várias situações, sem dúvida”, afirmou.

Sobre o aspecto físico, em que há um declínio natural com o passar dos anos, Massa, de 34 anos, diz estar em forma e que isso é mais importante, independentemente da idade.

“Eu ainda me sinto bastante motivado e não termino as corridas com a sensação de esgotamento físico ou algo do tipo. No fim das contas, isso é o que realmente importa”, concluiu o piloto da Williams.

Próxima Fórmula 1 matéria
Hulkenberg se diz contra cockpits fechados na Fórmula 1

Previous article

Hulkenberg se diz contra cockpits fechados na Fórmula 1

Next article

Pela segurança, Nasr não vê problemas em cockpits fechados

Pela segurança, Nasr não vê problemas em cockpits fechados
Load comments