De Ferran diz como vai ajudar a McLaren na F1

compartilhar
comentários
De Ferran diz como vai ajudar a McLaren na F1
Por: Redação Motorsport , Writer
8 de jul de 2018 17:52

Novo diretor esportivo da McLaren, Gil de Ferran, disse que usará sua filosofia pessoal de auto aperfeiçoamento para ajudar a equipe da F1 a se recuperar de seu mau início de 2018

Gil de Ferran, Sporting Director, McLaren, with Jonathan Neale, Managing Director, McLaren
Stoffel Vandoorne, McLaren MCL33
Gil De Ferran, McLaren Sporting Director
Fernando Alonso, McLaren MCL33
Gil de Ferran, Stoffel Vandoorne, McLaren, and other McLaren team members during track walk
Stoffel Vandoorne, McLaren MCL33
Stoffel Vandoorne, McLaren, and Gil de Ferran
Fernando Alonso, McLaren MCL33

O campeão de 2000 e 2001 da Champ Car, que foi por um breve período diretor esportivo da equipe Honda na F1 em meados da década de 2000, foi indicado pela McLaren após a renúncia de Eric Boullier na preparação para o GP da Grã Bretanha.

De Ferran acredita que pode usar o processo de autocrítica e auto aperfeiçoamento, que o ajudou a ser um piloto de sucesso, para ajudar a McLaren a se recuperar dos sérios problemas aerodinâmicos que arruinaram sua temporada.

"Acredito que o sucesso que tive no volante e qualquer sucesso que tenho como homem de negócios veio realmente tentando entender quais eram minhas fraquezas", explicou de Ferran.

“Eu não tinha medo de me olhar no espelho e dizer: 'Eu poderia ter feito melhor aqui, poderia ter feito melhor ali, o que eu preciso fazer para melhorar?'”

“Percebi desde muito cedo na minha vida que o sucesso nunca vem sozinho - você não tem sucesso sozinho.”

Leia também:

“Pouquíssimas pessoas conseguem realizar muitas coisas na vida sozinhas, a maioria delas faz parte de uma equipe.”

“Então, saber como unir uma equipe, trabalhar juntos e fazer as pessoas se sentirem focadas e motivadas realmente entendendo para onde estão indo, e se engajarem de verdade.”

“É assim que eu pessoalmente opero, e esta é realmente a filosofia que estou trazendo para o meu trabalho.”

“Originalmente como consultor para Zak [Brown], é assim que eu estava vendo as coisas. E vou continuar fazendo isso, mas com mais responsabilidade.”

De Ferran sente-se "pessoalmente mais preparado, mais sábio, mais experiente" dos 11 anos que passou desde a última vez que trabalhou na F1 e, tendo também a sua própria equipe na American Le Mans Series, sente-se "pronto para o desafio" de ajudar McLaren.

"Está claro para mim que a equipe tem muito talento", acrescentou.

“Para cima ou para baixo, onde quer que eu olhe, você vê caras espertos, caras que estão aqui há muito tempo, outros caras que são mais jovens e novos, mas com certeza têm muito talento e muito poder intelectual.”

"Eu acho que, como você ouviu Zak dizer mais cedo, a área chave aqui é comunicar, ter clareza em certas coisas, e acho que isso vai ajudar a avançar."

De Ferran se recusou a prever quando a McLaren deverá começar a fazer incursões sérias em seus problemas aerodinâmicos, mas descreveu o fim de semana de Silverstone como "um passo à frente na competitividade".

"O meio do grid é um pouco apertado, mas estamos um pouco mais próximos da competitividade", acrescentou.

“Nós apenas temos que manter a cabeça baixa. A única coisa que podemos controlar é o nosso próprio desempenho, então só temos que seguir em frente.”

Next article
Lauda: Erros da Ferrari são "injustos e nada engraçados"

Previous article

Lauda: Erros da Ferrari são "injustos e nada engraçados"

Next article

Gasly perde ponto de Silverstone por colisão com Pérez

Gasly perde ponto de Silverstone por colisão com Pérez
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Evento GP da Grã-Bretanha
Pilotos Gil de Ferran
Equipes McLaren Shop Now
Autor Redação Motorsport