Debate em reunião e crise da Ferrari marcam declarações da F1

Fim de semana em Suzuka teve Hamilton se aproximando da taça e também viu despedida de Palmer. Confira as frases no “Sala de Imprensa”

“Honestamente, só nos sonhos eu teria uma vantagem como essa. A Ferrari tem nos desafiado durante o ano inteiro.”

“Honestamente, só nos sonhos eu teria uma vantagem como essa. A Ferrari tem nos desafiado durante o ano inteiro.”
1/11

Nem o próprio Lewis Hamilton acreditou que deixou o GP do Japão com 59 pontos de vantagem para Vettel. Ele pode ser até ser campeão na próxima corrida, nos Estados Unidos.

“Ainda temos uma ‘diva’ que precisa ser entendida. Acho que precisamos continuar trabalhando forte."

“Ainda temos uma ‘diva’ que precisa ser entendida. Acho que precisamos continuar trabalhando forte."
2/11

Chefe da Mercedes, Toto Wolff, evitou o clima de “já ganhou” e pregou cautela nas provas restantes do campeonato.

“Acho que preciso protegê-los. Fizemos um trabalho incrível até agora.”

“Acho que preciso protegê-los. Fizemos um trabalho incrível até agora.”
3/11

Sebastian Vettel lamentou o abandono que o deixou em situação delicada na luta pelo título. Apesar da decepção, o alemão evitou críticas e se mostrou solidário à Ferrari.

“É um pouco estranho. São duas vezes que os carros estão funcionando bem na classificação e encontramos alguns problemas na largada."

“É um pouco estranho. São duas vezes que os carros estão funcionando bem na classificação e encontramos alguns problemas na largada."
4/11

Kimi Raikkonen admitiu que a situação da Ferrari com a falta de confiabilidade precisa ser solucionada após problemas repetidos nas últimas provas.

“Foi uma corrida muito complicada. Não fiquei satisfeito com a posição no fim, mas um ponto é melhor que nada.”

“Foi uma corrida muito complicada. Não fiquei satisfeito com a posição no fim, mas um ponto é melhor que nada.”
5/11

Felipe Massa teve uma corrida com dificuldades no Japão. Após largar em oitavo, o brasileiro se arrastou, lutou com as Haas e fechou no décimo lugar.

“Eu acho que tive um melhor ritmo, e poderia ter passado Esteban no reinício, mas recebemos instruções do time e tivemos que obedecer.”

“Eu acho que tive um melhor ritmo, e poderia ter passado Esteban no reinício, mas recebemos instruções do time e tivemos que obedecer.”
6/11

Sergio Pérez pediu autorização à Force India para poder atacar Esteban Ocon, mas a equipe manteve a postura de proibir disputas na pista entre seus pilotos.

“Quando estivermos felizes em deixá-los correr e acreditarmos que deixá-los correr é melhor do que segurá-los, vamos fazer isso. Mas ainda não estamos lá."

“Quando estivermos felizes em deixá-los correr e acreditarmos que deixá-los correr é melhor do que segurá-los, vamos fazer isso. Mas ainda não estamos lá."
7/11

Chefe de operações da Force India, Otmar Szafnauer se disse certo de que agiu corretamente ao pedir que seus pilotos não duelassem. Pérez e Ocon já colidiram em algumas oportunidades em 2017.

“Eu adoraria encerrar a temporada e finalizar o que comecei, mas respeito a decisão da equipe e desejo a eles tudo de melhor para o futuro.”

“Eu adoraria encerrar a temporada e finalizar o que comecei, mas respeito a decisão da equipe e desejo a eles tudo de melhor para o futuro.”
8/11

Jolyon Palmer se despediu da Renault em Suzuka, já que abrirá espaço imediatamente a Carlos Sainz. É o fim de uma passagem que durava desde o começo de 2016.

“Depois de receber a bandeira quadriculada podemos soltar os cintos? Acho que Lewis tem feito muito isso.”

“Depois de receber a bandeira quadriculada podemos soltar os cintos? Acho que Lewis tem feito muito isso.”
9/11

A discussão foi o grande destaque do briefing dos pilotos em Suzuka. Romain Grosjean, diretor da GPDA, pediu por esclarecimentos sobre o procedimento pós-bandeirada, trazendo à tona a comemoração de Hamilton.

“Por que você precisaria de esclarecimentos sobre isso?"

“Por que você precisaria de esclarecimentos sobre isso?"
10/11

Hamilton não entendeu o questionamento de Grosjean e rebateu o francês na reunião.

“Porque às vezes você não coloca o volante de volta e pode ser multado, e isso não faz sentido, então eu só queria saber."

“Porque às vezes você não coloca o volante de volta e pode ser multado, e isso não faz sentido, então eu só queria saber."
11/11

Grosjean persistiu com seus questionamentos.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP do Japão
Pista Suzuka
Tipo de artigo Conteúdo especial