Dennis quer que substituto de Ecclestone seja de fora da F1

Chefe da McLaren diz que recusaria se fosse convidado a comandar categoria

O presidente McLaren, Ron Dennis, acredita que a Fórmula 1 deva olhar além dos atuais chefes de equipe do esporte quando se trata de, eventualmente, encontrar um substituto para Bernie Ecclestone como chefe da categoria.

Enquanto um bom número de chefes de equipe foram associados com o cargo no passado - incluindo Christian Horner da Red Bull -, Dennis acredita que seria melhor para o esporte procurar por alguém que não tenha interesses ligados a uma equipe.

O próprio Ecclestone assumiu o papel após ter trabalhado na Brabham.

Quando questionado se ele brigaria para ter o cargo, Dennis disse: "eu não acho que seja ótimo ver altos membros da equipes de corrida cruzarem a linha".

"Eu não acho que isso parece certo e isso não soa bem. Então, por essa razão, eu não acho que seria uma boa ideia particular".

"Eu acho que a imparcialidade é algo que você possa dizer, mas é difícil de alcançar, e isso se aplica a todas as posições - ou FIA ou FOM".

"Então, eu ficaria lisonjeado em ser convidado. Eu duvido que eu fosse convidado, mas eu recusaria".

"Eu tenho meus olhares muito fixos em uma variedade de coisas que eu quero fazer na última parte da minha carreira."

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Equipes McLaren
Tipo de artigo Últimas notícias