Dennis também romperia com a Honda, diz Brown

Diretor executivo da McLaren considera que ex-dirigente inglês também desfaria a parceria que ele reestabeleceu

Diretor executivo da McLaren, Zak Brown acredita que Ron Dennis, antigo dirigente máximo da equipe, tomaria a mesma decisão em romper a parceria técnica com a Honda na F1.

O acordo com a Honda foi firmado justamente na era em que Dennis comandava, sendo que a intenção era repetir o período de sucesso entre a McLaren e a fabricante japonesa do fim dos anos 80, começo dos anos 90.

No entanto, a McLaren enfrentou imensas dificuldades nas últimas três temporadas – exemplo disso foi o fato de que, em 2017, fechou o Mundial de Construtores na penúltima posição.

Para Brown, a decisão de desfazer a parceria era inevitável. Perguntado pela emissora Sky Sports se Dennis faria a mesma coisa, disse: “Acho que ele faria. O queima por dentro, assim como acontece conosco, que nós não estejamos vencendo corridas.”

“Ele estava aqui quando as conversas estavam em andamento, e acho que Ron sempre teve e sempre terá o melhor dos interesses da McLaren no coração. Ele é o Sr. McLaren”, continuou.

A partir de 2018, a McLaren usará motores Renault; já a Honda continuará na F1 em parceria com a Toro Rosso. 

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Equipes McLaren
Tipo de artigo Últimas notícias