'Devendo' 20 posições, Grosjean leva punição inédita

Além de largar em último no GP de Abu Dhabi, piloto francês deve levar um drive through durante a corrida

O francês Romain Grosjean deve sofrer uma punição inédita neste final de semana no GP de Abu Dhabi. Como a Lotus optou por usar uma sexta unidade de combustão, turbo e MGU-H (sistema de recuperação de energia calorífica) de seu carro, o piloto deveria perder 20 posições no grid. Porém, como será impossível cumprir toda a pena, o francês deve largar em último e receber uma punição extra de tempo durante a corrida.

[publicidade] O regulamento prevê que, quando o piloto acaba não cumprindo toda uma punição de grid de largada após a classificação – como no caso de um piloto que se classifique em 15º, por exemplo, e tem uma punição de 10 posições mas consegue ‘pagar’ apenas 5 em um grid de 20 carros – a pena fica acumulada para a etapa seguinte. Porém, como esta é a corrida final do campeonato, as regras preveem que o restante da pena seja revertido em uma punição por tempo durante a prova em si.

Segundo as regras, se a punição ‘remanescente’ for de 1 a 5 posições, serão descontados 5s. Entre 6 a 10, a punição é de 10s e, além disso, o piloto recebe um drive through. A terceira opção é, provavelmente, o que vai acontecer com Grosjean, caso ele obtenha uma posição além do 11º lugar na classificação. 
Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias