Di Resta comemora melhor resultado da carreira com quarto lugar

Escocês já havia mostrado serviço no circuito de Cingapura ano passado, quando terminou em sexto; Hulk não pontua

Em um circuito no qual já tinha mostrado serviço ano passado, quando foi sexto, Paul Di Resta conquistou seu melhor resultado da carreira na Fórmula 1 ao ser quarto no GP de Cingapura. O escocês comemorou o bom ritmo mostrado por sua Force India durante todo o final de semana.

“O quarto lugar é um resultado muito bom para a equipe. Nos classificamos bem, corremos duro e fomos ajudados por alguns abandonos, mas na última parte da prova certamente mostramos que tínhamos um grande ritmo. Não acho que o Safety Car teve qualquer impacto na minha prova. Estava próximo de Alonso no final, mas faltou um pouco de ritmo para lutar com ele pelo pódio.”

Nico Hulkenberg chegou a andar junto do companheiro, valendo-se de uma estratégia diferente. Porém, o alemão foi atrapalhado pelos Safety Cars e viu suas chances na prova acabarem após um toque com Kamui Kobayashi, que furou seu pneu. Hulk chegou em 14º.

“Foi uma corrida muito dura para mim. A estratégia de largar com os macios poderia ter funcionado, mas fiquei preso atrás de Kimi e Michael no começo e não pude mostrar nosso ritmo verdadeiro. Os momentos em que os Safety Cars foram à pista não foram os ideais e o segundo realmente atrapalhou minha corrida. No geral, as coisas não deram certo, mas há muitos pontos positivos, como o ritmo do carro e o resultado de Paul.”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP de Cingapura
Pilotos Paul di Resta , Nico Hulkenberg
Tipo de artigo Últimas notícias