Di Resta reconhece que não teve um bom final de temporada em 2012

Escocês foi superado por companheiro na segunda metade da temporada e terminou com acidente no GP do Brasil

Para Paul di Resta mudança de chassi atrapalhou

Durante a temporada, Paul di Resta chegou a ser especulado em grandes equipes, mais precisamente na McLaren, no lugar de Hamilton e na Ferrari, na vaga de Massa. Mas ele perdeu um pouco de desempenho durante o ano, foi superado por seu companheiro e deve mesmo permanecer na Force India. O piloto falou à publicação Sporting Life sobre sua temporada.

“O final da minha temporada não foi ótimo”, reconheceu. “Tivemos alguns problemas mecânicos e uma mudança de chassi que fez com que o meu estilo não servisse para o carro. No geral, tive altos e baixos, embora tenha tido grandes pontos positivos”, avaliou.

“Estive muito próximo do pódio em Cingapura, onde fomos prejudicados com a entrada do safety car e depois nosso desempenho caiu, não conseguimos melhorar o mesmo tanto que os outros”, definiu o escocês, que espera melhor sorte no próximo ano.

“Tudo o que posso esperar é que o carro deste ano renda dividendos para o próximo ano. Eu preciso ter um bom desempenho, porque acho que vai haver uma movimentação nas equipes maiores e quero fazer parte disso”,  explicou o piloto de 26 anos.

Apesar de especulado nas equipes grandes, Di Resta acabou sendo preterido em relação ao mexicano Sergio Pérez na McLaren e a Ferrari optou por permanecer com Felipe Massa. “Eu senti que estava pronto, mas por alguma razão não aconteceu e esta decisão não foi minha. Vou continuar fazendo o meu trabalho na pista, esperando ver meu nome no quadro de possibilidades. Eu tenho um bom relacionamento com todas as equipes”, comentou.

 

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Paul di Resta
Tipo de artigo Últimas notícias