Dia de teste perdido não deve ser reposto

Chuva, frio intenso e neve fizeram com que a quarta-feira fosse um período perdido para as equipes e pilotos da F1 em Barcelona

Com o mau tempo previsto com bastante antecedência, algumas equipes começaram a pressionar por uma mudança no cronograma dos testes de pré-temporada da F1 no início desta semana.

As questões ficaram complicadas pelo fato da Williams ter um dia de filmagem em Barcelona reservado para sexta-feira e a Ferrari ter outro no sábado. A segunda-feira foi discutida como uma possível alternativa.

Qualquer alteração necessita a aprovação unânime de todas as 10 equipes, como o Regulamento Esportivo da FIA exige.

Enquanto alguns times estão pressionando por uma mudança, o Motorsport.com apurou que mais de uma equipe se recusou a concordar.

"Williams e Ferrari já disseram não, então isso não vai acontecer", disse a fonte de uma equipe ao Motorsport.com.

Existem problemas logísticos óbvios para as equipes, por exemplo em termos de pessoal viajando da Espanha para suas casas em vôos já agendados, tornando a semana impraticável.

Além disso, as regras da FIA indicam especificamente que nenhum teste pode ser superior a quatro dias: "Dois testes, abertos a todos os concorrentes, com duração não superior a quatro dias consecutivos, realizados entre 1º de fevereiro e dez dias antes do início do primeiro evento do campeonato", diz o regulamento.

Se adicionarem a segunda-feira antes do início da já programada segunda semana de testes de quatro dias, estendendo a cinco dias e mesmo que as equipes concordassem, a FIA ainda teria que verificar com seu próprio departamento jurídico para não ignorar suas próprias regras.

Embora os carros não estejam na pista, na verdade, o terceiro dia do teste é considerado como acontecido.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias