Diretor da Renault diz que Ocon pode andar em treinos livres

Cyril Abiteboul diz que terceiro piloto da Renault pode aparecer em alguma das sessões de treinos livres dos finais de semana dos GPs de 2016; caso isso não aconteça, francês deve andar nos testes durante a temporada

Esteban Ocon, campeão da GP3, foi emprestado pela Mercedes à Renault, que terá o jovem francês como terceiro piloto na temporada 2016 da Fórmula 1.

Embora o papel de Ocon no time ainda não tenha sido explicado nos mínimos detalhes, Cyril Abiteboul, diretor do time francês, disse que há a possibilidade do piloto andar com o carro da equipe durante a temporada, durante as sessões de treinos livres de sexta-feira, primeiro dia de atividade dos finais de semana das etapas da F1.

“Acho que vocês verão Esteban pilotando nosso carro, é verdade. Mas prefiro não entrar em detalhes no momento", disse Abiteboul ao Motorsport.com. Caso Ocon não ande às sextas-feiras, é provável que ele ocupe um dos cockpits nos testes marcados após os GPs da Espanha e da Grã-Bretanha.

Não será, entretanto, a primeira vez do francês com um F1, já que ele participou de uma das sessões de treinos livres do GP de Abu Dhabi de 2014, quando ainda integrava o programa de jovens pilotos da Lotus.

Cooperação com Mercedes

Embora alguns no paddock tenham se mostrados surpresos com o fato de Ocon ter sido emprestado à Renault pela Mercedes, Abiteboul diz que a F1 deveria abraçar o conceito de colaboração entre as equipes no futuro.

“Esta é a F1 moderna. As fabricantes de carros fazem o mesmo - nós colaboramos com Nissan, Infiniti e Mercedes. Precisamos derrubar os muros entre as pessoas e trabalhar em sinergia. Os custos da F1 são muito altos se não trabalhamos em conjunto", completou.

Entrevista por Roberto Chinchero

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Esteban Ocon
Equipes Renault F1 Team
Tipo de artigo Últimas notícias