Diretores são suspensos e clube dos pilotos assume controle de Silverstone

Empresa que fechou acordo com Ecclestone até 2027 será gerida, a partir de agora, pelo BRDC, proprietário da pista

Os três diretores da Silverstone Circuits Ltd, empresa que tem o acordo para que o circuito sedie a etapa britânica da Fórmula 1, Richard Phillips, Edward Brookes e David Thompson, foram suspensos após investigação nas ações da companhia. Isso significa que o Clube de Pilotos Britânicos, BRDC, efetivamente tomou o controle do complexo.

[publicidade] O BRDC é o dono da pista, mas havia cedido parte da área, por meio de leasing, para que fosse explorada de maneira mais efetiva, mas mantendo o controle da pista em si, na qual o GP da Grã-Bretanha é disputado. A Silverstone Circuits Ltd, por sua vez, é a empresa que fechou o contrato com o promotor da Fórmula 1, Bernie Ecclestone, para sediar a prova até 2027.

O BRDC, composta por 850 membros do esporte a motor britânico, principalmente pilotos, divulgou nota à imprensa garantindo que a suspensão faz parte de uma reestruturação e não ameaça o GP.

“O BRDC está se aproximando de administrar os negócios de Silverstone, com uma nova estrutura operacional entre o clube e o circuito. John Grat, presidente do BRDC, e Lawrance Tomlinson, diretor da BRDC, assumiram o papel de chefes executivos da Silverstone Circuits Ltd. Ainda que não possamos comentar sobre a suspensão dos executivos da empresa, deve ficar claro que isso apenas coincide com a reestruturação.”
Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias