“Dizer adeus a Bianchi foi incrivelmente difícil”, conta Hamilton

compartilhar
comentários
“Dizer adeus a Bianchi foi incrivelmente difícil”, conta Hamilton
Pablo Elizalde
Por: Pablo Elizalde
Traduzido por: Gabriel Lima
22 de jul de 2015 13:04

Líder do campeonato e atual campeão do mundo, Lewis foi à Nice para o velório de Jules Bianchi antes de ir para a Hungria

Jules Bianchi, Marussia F1 Team MR03
Sebastian Vettel, Romain Grosjean, Pastor Maldonado, Felipe Massa vão ao funeral de Jules Bianchi em Nice, França
Pastor Maldonado, Felipe Massa, Jean-Eric Vergne vão ao funeral de Jules Bianchi em Nice, França
Pilotos celebram a vida de Jules Bianchi após o funeral: Adrian Sutil, Roberto Mehri, Max Chilton, Alexander Rossi, Alexander Wurz, Allan McNish, Pedro de la Rosa, Jenson Button, Daniel Ricciardo, Daniil Kvyat
Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 Team
Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 Team

Ainda emocionado após ter ido ao velório do ex-piloto da Marussia Jules Bianchi, morto na noite de sexta-feira nove meses após sofrer um grave acidente no GP do Japão do ano passado, Lewis Hamilton relatou que para ele será difícil competir neste final de semana após todo o ocorrido nos últimos dias.

O piloto da Mercedes disse que sempre correrá com Bianchi na memória enquanto for piloto.

"Dizer adeus a Jules foi incrivelmente difícil para todos", falou Hamilton. "Falando por mim, gostaria de tê-lo conhecido melhor.”

"Mas pelo que conhecia dele, sabia que tinha um coração bondoso, com um grande espírito e um futuro brilhante.”

"Agora nosso esporte tem um caminho difícil pela frente. Mostramos mais uma vez os perigos da F1 - que devem ser respeitados - e que nós, pilotos, estamos sabendo que esses perigos estão lá quando entramos no carro. Fizemos grandes progressos em matéria de segurança até agora, e eu sei que a FIA vai continuar a dar passos à frente para melhorar isso ainda mais.”

“A Hungria é um lugar bonito, um dos meus favoritos. Vou estar carregando Jules comigo nas minhas orações e pensamentos. Não só nesta corrida, mas para sempre enquanto for piloto. Sei que ele gostaria que nós continuássemos andando forte como ele fazia, então farei isso."

Segurança continua sendo prioridade

Chefe da Mercedes, Toto Wolff falou que a Fórmula 1 irá honrar a memória de Bianchi melhorando cada vez mais a segurança.

"Meus primeiros pensamentos vão para a família e os amigos de Jules. A perda de um filho é algo para o qual não há palavras, e em nome de nosso time gostaria de lhes enviar forças para os dias e semanas à frente", disse ele.

"E nós vamos honrar sua memória, continuando a melhorar a segurança dos pilotos, membros de equipe, fiscais de pista e espectadores na F1, sob a liderança da FIA."

Próxima Fórmula 1 matéria
FIA prorroga prazo para entrada de novos times na Fórmula 1

Previous article

FIA prorroga prazo para entrada de novos times na Fórmula 1

Next article

Rosberg: Fórmula 1 deve “seguir em frente” por Bianchi

Rosberg: Fórmula 1 deve “seguir em frente” por Bianchi
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Pilotos Lewis Hamilton Shop Now , Jules Bianchi
Equipes Mercedes Shop Now
Autor Pablo Elizalde
Tipo de matéria Últimas notícias