Domenicali: "Acho que foi uma corrida dura; fizemos as escolhas certas"

"O fim de semana não foi negativo, mas precisamos olhar de perto como um todo para descobrir o que aconteceu na Hungria"

Stefano Domenicali (Ferrari)

Na opinião de Stefano Domenicali, o fim de semana em Hungaroring não teve a velocidade esperada pela Ferrari.

O time italiano pontuou com seus dois carros, mas em posições discretas: Fernando Alonso foi o quinto colocado, enquanto Felipe Massa completou a prova na nona colocação.
 
Contudo, o dirigente destacou que o resultado foi suficiente para o piloto espanhol sustentar a liderança do campeonato, um ponto positivo em um final de semana que não foi fácil.
 
"É definitivamente aquele caso do copo meio cheio. A quinta posição permitiu a Fernando estender sua liderança na classificação, o que é muito importante em um fim de semana onde não tivemos a performance para andar na frente", destaca.
 
"Foi uma corrida muito dura, decidida pelas posições no grid e pela largada, com as únicas variáveis sendo o desgaste de pneus e as diferentes estratégias adotadas. Acho que fizemos as decisões certas, com Fernando superando dois carros", continua.
 
A atuação de Felipe Massa também foi analisada: "A largada acabou tendo um efeito negativo no caso de Felipe, pois as posições que ele perdeu não puderam ser recuperadas, apesar de um ritmo de corrida igual ao dos carros à frente."
 
"O geral do fim de semana não foi negativo, mas precisamos olhar de perto como um todo para descobrir o que aconteceu neste fim de semana. Teremos uma semana de trabalho antes do intervalo e há muito a fazer para reduzir a diferença e estar bem preparado para o fim da temporada europeia", completa.
Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Hungria
Tipo de artigo Últimas notícias