Domenicali apoia Massa, mas não se compromete: "Temporada é longa"

compartilhar
comentários
Domenicali apoia Massa, mas não se compromete:
23 de mar de 2012 08:39

Perguntado se brasileiro terminaria o ano como piloto da Ferrari, chefe da equipe italiana é enigmático

Massa treinou hoje com carro bastante modificado

Não é segredo que Felipe Massa vive um momento delicado, após ter começado com o pé esquerdo seu último ano de contrato com a Ferrari, mas ele não é o único: em crise, a equipe italiana indica que está apoiando o brasileiro, mas não garante até quando.

Foi esse o tom do chefe da Scuderia, Stefano Domenicali, durante entrevista concedida hoje em Sepang e acompanhada pelo TotalRace. Foi perguntado se Massa estaria garantido ao menos até o final do ano, o dirigente garantiu apoio imediato, mas não se comprometeu.

"O problema não são os rumores. O problema é dar a Felipe um carro forte e deixá-lo concentrado. A temporada é muito longa. Vamos ver".

Também pressionado, Domenicali demonstrou o descontentamento com a performance do carro. Após apostar em um projeto que representava uma cisão em relação aos carros anteriores, a Ferrari está longe de ter o mesmo rendimento dos ponteiros neste início de temporada.

"Claro que não estou contente com o trabalho feito pelos nossos técnicos. Não ficar descontente não serve. Precisamos reagir, precisamos ver como as pessoas em Maranello fazem o trabalho. Havendo problemas, precisamos resolver com o menor tempo possível."

O dirigente salientou, durante a coletiva dos chefes de equipe da FIA, que a diferença no resultado de seus pilotos nos treinos de hoje – Massa foi pouco menos de 1s4 mais lento que Alonso – tem a ver com os diferentes programas que ambos estavam fazendo. O brasileiro teve seu carro amplamente modificado após a péssima performance da Austrália.

“Fizemos um programa hoje com algumas mudanças no carro para verificar diferentes configurações e amanhã teremos, digamos, o melhor pacote, porque nesse momento diria que, para Massa, é importante sentir a confiança ao seu redor. Não apenas para ele, porque há muita pressão na equipe.”

Próxima Fórmula 1 matéria
Raikkonen troca câmbio e deve perder cinco posições no grid

Previous article

Raikkonen troca câmbio e deve perder cinco posições no grid

Next article

Livre dos problemas na Malásia, Massa fala em lutar pelo Q3

Livre dos problemas na Malásia, Massa fala em lutar pelo Q3
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Evento GP da Malásia
Pilotos Felipe Massa Shop Now
Tipo de matéria Últimas notícias