Domenicali lamenta ausência de italianos no grid

"Digo do lado esportivo e pessoal quando o caso é Jarno, pois só teve um carro capaz de mostrar seu talento em poucas ocasiões", comenta

Stefano Domenicali

Chefe da Ferrari e italiano de nascimento, Stefano Domenicali lamentou a ausência de pilotos italianos no grid em 2012.

O dirigente, cuja equipe lidera um programa para formação de novos pilotos, admite a crise com relação a revelações e jovens talentos e lastima o fato de Jarno Trulli, trocado na Caterham, não ter tido um carro à altura. 
 
"Estou muito triste em ver que, após tantos anos, não teremos um piloto italiano na F-1. Digo do lado esportivo e pessoal quando o caso é Jarno, pois só teve um carro capaz de mostrar seu talento em poucas ocasiões", comenta.
 
"Então, desejo tudo o de melhor para seu futuro, tanto nas pistas quanto fora delas. É um momento difícil para o esporte italiano, em parte por problemas externos", ressalta Domenicali.
 

 

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias