Domenicali reconhece que "não dá para pedir mais" de Alonso

Chefe da Ferrari compara forma de trabalhar do espanhol a Michael Schumacher: "É uma referência para toda a equipe"

Em seu terceiro ano correndo pela Ferrari, Fernando Alonso pode não ter conquistado ainda um título pela Scuderia, mas, para o chefe Stefano Domenicali, já está no mesmo nível do dono de cinco campeonatos pelo time de Maranello. Perguntado se há comparação entre o espanhol e Michael Schumacher, o italiano encheu seu atual piloto de elogios.

“Ele é perfeito e preciso no trabalho com seus engenheiros, e uma referência para toda a equipe. Ele tem muito em comum com Michael do lado profissional. Ele é muito, muito bom. Não dá para pedir mais. Seu nível de competição é fantástico, assim como sua atitude”, afirmou à agência de notícias EFE.

A única comparação que não cabe, de acordo com Domenicali, é entre os salários de ambos. O dirigente criticou informações de que Alonso ganhava algo em torno de 30 milhões de dólares apenas da Ferrari.

“Leio sobre o salário de Fernando e o que dizem é ridículo e errado. De maneira alguma corresponde com o nível de investimento feito pela Ferrari no esporte. É fácil falar de dinheiro, mas as pessoas podem ser enganosas e às vezes é de propósito.”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Fernando Alonso
Tipo de artigo Últimas notícias