Donington Park diz não ter interesse em sediar GP de F1

Com problemas envolvendo a prova de Silverstone para este ano, chefe diz não querer mudar traçado de seu circuito

Donington Park diz não ter interesse em sediar o GP da Grã-Bretanha de Fórmula 1 no futuro. Mesmo com os donos de Silverstone ameaçando usar uma clausula de quebra de contrato com a Fórmula 1 já para 2017, o chefe do circuito descarta a intenção de receber o campeonato.

Donington realizou o GP da Europa em 1993 e fez uma tentativa fracassada de sediar uma prova no final da última década.

Essa tentativa, feita sob a administração de Simon Gillett, quase forçou Donington a fechar.

Quando perguntado se Donington consideraria tentar sediar o GP da Grã-Bretanha se Silverstone tiver que sair, o chefe do circuito, Christopher Tate, disse: "Com certeza não”.

"Temos um objetivo muito claro de manter o traçado do circuito como está.”

"Nós não temos nenhum interesse em ter corridas de monopostos modernos e de alta velocidade, porque teríamos que mudar completamente Donington Park."

Tate também criticou a base em que os circuitos têm de operar para ter GPs, mas acredita que a Liberty Media - que deve assumir o controle sobre a F1 em breve – parece estar disposta a mudar os negócios para ajudar os circuitos.

"O modelo de negócios não faz sentido para ninguém e toda a confusão com o calendário da F1 tem um impacto terrível sobre o resto do automobilismo", acrescentou Tate.

"Espero que haja um modelo de negócio totalmente diferente e a Liberty faça tudo de uma maneira mais correta com eventos tradicionais como o GP da Grã-Bretanha.”

"Eu acho que os novos proprietários vão entender onde tudo se encaixa. Isso não pode continuar na base que está."

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias