Dono da equipe Force India, Mallya é preso na Inglaterra

Empresário indiano é acusado de fraude devido a empréstimo realizado para a sua falida companhia aérea, a Kingfisher Airlines

Proprietário da equipe Force India na F1, Vijay Mallya foi preso nesta terça-feira (18), em Londres, confirmou a Polícia Metropolitana da capital inglesa.

O empresário responde a acusações por fraude e conspiração em seu país natal, a Índia, por causa de um empréstimo feito para a sua já extinta companhia aérea Kingfisher Airlines.

A Índia havia apresentado um pedido formal para que Mallya fosse extraditado em 8 de fevereiro sob o Tratado de Extradição entre a Índia e o Reino Unido.

“Policiais da Unidade de Extradição prenderam, na manhã desta terça-feira, um homem em mandado de extradição”, confirmou a polícia, em comunicado.

“Vijay Mallya, de 61 anos, foi detido em nome das autoridades indianas devido às acusações de fraude. Ele foi preso ao comparecer a uma delegacia de polícia em Londres e irá se apresentar à Corte de Westminster ainda hoje, 18 de abril.”

Mallya possui equipe na F1 desde 2008, quando a Force India assumiu as atividades da então falida Spyker. De lá para cá, seu time conquistou uma pole position e cinco pódios. Seus atuais pilotos são Sergio Pérez, mexicano, e Esteban Ocon, francês. 

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Equipes Force India
Tipo de artigo Últimas notícias