Dor de estômago pode tirar Magnussen do GP do México

Piloto da Haas precisará passar por exames antes do terceiro treino livre

O piloto da equipe do Haas, Kevin Magnussen, terá que se submeter a um check-up médico antes do terceiro treino livre para o GP do México de Fórmula depois de perder a reunião dos pilotos na sexta-feira devido a problemas no estômago.

O dinamarquês terminou TL2 na 17ª posição com o tempo de 1m20s318, ficando à frente de seu parceiro Romain Grosjean.

A Haas pediu permissão da FIA para que Magnussen não ficasse até tarde no Autódromo Hermanos Rodríguez, devido aos desconfortos com seu piloto. A entidade autorizou.

"Os comissários receberam o pedido da Haas para que o piloto do carro # 20, Kevin Magnussen, se ausentasse da reunião dos pilotos devido a condições médicas”, disse Gunther Steiner, chefe da Haas ao Motorsport.com.

"Os comissários concederam a permissão ao piloto para sair e eles entendem que um médico da FIA irá reavaliar a condição dele antes do TL3 de amanhã".

O time de Haas depois esclareceu que Magnussen sofria de dores de estômago.

Antonio Giovinazzi, terceiro piloto da equipe, está no México, mas a Haas considera improvável que o use.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP do México
Pista Autodromo Hermanos Rodriguez
Pilotos Kevin Magnussen
Equipes Haas F1 Team
Tipo de artigo Últimas notícias