Doria: Privatização do autódromo contribuirá com segurança

Prefeito de São Paulo discorda de declarações de Felipe Massa e fala em lição aprendida após caso de violência

Presente na corrida deste domingo (12) em Interlagos, o prefeito João Doria lamentou o ocorrido na sexta-feira à noite antecedente à prova, quando funcionários da equipe Mercedes foram assaltados saindo do circuito.

Ele reafirmou que o policiamento foi reforçado para o restante do evento, e exaltou o fato de felizmente não ter havido nenhuma tragédia.

“Quando soube do que aconteceu, falei com o secretário de segurança pública para que toda a área do autódromo tivesse o policiamento reforçado”, disse Doria.

“Também por bases policiais fixas, dia e noite. Determinei um maior número de agentes policiais da guarda civil metropolitana para que pudéssemos aumentar a fiscalização, o controle e a segurança do perímetro.

“É triste e lamentável o que ocorreu, mas não tivemos nenhum ferido. Não houve nenhuma tragédia. Mas isso é ruim. Temos que extrair disso alguma lição para os próximos eventos aqui em São Paulo.”

Para o prefeito, o projeto de privatização do autódromo, que ainda terá uma segunda votação na Câmara Municipal nos próximos meses, irá ajudar a melhorar a segurança no local.

“A própria privatização do autódromo vai contribuir para isso, para que tenhamos mais segurança no autódromo. Não só na parte interna, como na externa. Chegada e saída do autódromo.”

Questionado se sentia vergonha do ocorrido como Felipe Massa disse sentir no último sábado, Doria discordou o piloto.

“Eu gosto muito do Felipe, mas circunstâncias como esta já ocorreram em outros autódromos do mundo, e nunca ninguém disse que tinha vergonha de ser do país”, falou.

“Já vi movimentos que prejudicaram equipes dentro de autódromos, como roubos de equipamentos de tecnologia. São coisas que podem ocorrer, o que é lamentável.”

“Mas eu entendo a preocupação do Felipe, que é solidário aos companheiros de outras equipes. É o último ano dele na F1 – queria até deixar meu abraço a ele. Ele é um grande piloto e um grande brasileiro.”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias