Dupla da HRT se empolga com Silverstone, mas não espera ir bem

De la Rosa e Karthikeyan se dizem fãs do circuito britânico; novidade para a etapa é a participação de Dani Clos

Karthikeyan nunca andou no traçado novo de Silverstone

 

Depois de superar a Marussia em classificação e corrida em Valência, a dupla da HRT pode reconhecer que o GP da Grã-Bretanha não deve trazer uma das melhores performances do ano para a equipe, mas está empolgada para andar em um de seus circuitos prediletos.

“Corri lá por diversas categorias: F-Ford, F-Renault, F-3 e F-1”, lista Pedro de la Rosa. “É rápido, tem alta pressão aerodinâmica e muitas curvas de alta. É muito duro com os pneus, então o lógico seria parar duas vezes. A estratégias serão importantes. Não é o circuito que mais nos favorece.”

Narain Karthikeyan vai além. Para o indiano, Silverstone é um dos melhores circuitos da temporada.

“É uma das minhas pistas favoritas no calendário e um lugar em que espero ir bem. A Copse e o complexo da Becketts são especiais e estão entre os mais emocionantes da temporada, mas não conheço a parte nova do circuito porque não corri em Silverstone ano passado, então vai demorar algumas voltas para me adaptar.”

Na primeira sessão de treino livre, a HRT terá Dani Clos no cockpit. O espanhol comemorou sua primeira chance de pilotar o F112 desde o GP da Espanha. “É um lugar de onde tenho boas lembranças porque estive no pódio em todas as minhas corridas de GP2. Vou andar em condições melhores do que em Barcelona porque era um carro novo na ocasião e tive de fazer muitos testes aerodinâmicos.”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Grã-Bretanha
Pista Silverstone
Pilotos Pedro de la Rosa , Narain Karthikeyan , Dani Clos
Tipo de artigo Últimas notícias