Dupla da Red Bull destaca dificuldade em avançar no pelotão

Vettel e Webber explicam como ficar travado pode comprometer briga pelo título e chamam a atenção para ritmo da Lotus

Sebastian Vettel e Mark Webber não arriscam prever o que decidirá o campeonato deste ano – e nem mesmo quem serão os candidatos ainda vivos na disputa do título no último GP do ano, no Brasil. Para a dupla da Red Bull, até mesmo a Lotus de Kimi Raikkonen, quinto colocado no Mundial, a 46 pontos do líder, pode surpreender.

“As pessoas geralmente opinam baseadas no último resultado”, observa Vettel. “Há muito caminho pela frente e temos visto que os carros estão muito próximos uns dos outros. Se você largar na ponta, tudo bem, mas se largar em décimo é completamente diferente. Depende da corrida – às vezes não faz diferença e são mais importantes os pneus que economizou. Há muitos pilotos que estão marcando muitos pontos e você precisa vencer [para se manter na briga]. Não podemos esquecer da Lotus. Eles, novamente, tiveram um ritmo muito forte na última corrida e são candidatos a vencer nas próximas provas”, afirmou o alemão, que está a 29 pontos do líder, em terceiro.

Webber, vice-líder com 13 pontos de desvantagem para Alonso, destaca como qualquer problema durante a corrida pode afetar o resultado final pois, com um grid tão competitivo, fica difícil se recuperar. Por isso, destaca a importância de aproveitar as oportunidades.

“Teremos muitas corridas neste ano. Melbourne foi importante, assim como o Brasil será. Tenho duas vitorias agora e outros resultados consistentes. Mas sabemos que está apertado. Vejo Kimi chegando 10 segundos atrás, em quinto, então está próximo. Como vimos com Seb em Silverstone, perder um pouco de tempo no primeiro stint pode atrapalhar. Você tem de agarrar suas chances com ambas as mãos.”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Mark Webber , Sebastian Vettel
Tipo de artigo Últimas notícias