"É a McLaren que tem de correr atrás de nós", diz Sutil

Mesmo depois da equipe perder 20 pontos em relação a rival nas duas últimas provas, alemão acha possível ser quinto

Após duas corridas fora dos pontos, a Force India vive um momento complicado em sua briga particular com a McLaren pela quinta colocação no Mundial de Construtores. Antes do GP da Alemanha, o time de Adrian Sutil e Paul Di Resta só havia deixado de pontuar quando ambos os pilotos tiveram problemas nas trocas de pneus na Malásia. Ou seja, a seca de pontos evidencia uma queda no rendimento.

Para piorar a situação, a McLaren vem em uma crescente, com 20 pontos marcados nas últimas duas provas. Assim, a vantagem da Force India hoje é de apenas dois pontos.

“O quinto lugar, à frente da McLaren, seria um grande resultado para toda a equipe – o melhor da história”, lembra Sutil. “Acredito que seja possível, ainda que seja muito difícil. Nada é fácil na Fórmula 1, é um mundo competitivo.”

O alemão reconhece que a equipe tem poucas armas para lutar com uma gigante como a McLaren.

“No momento, estamos na frente e é a McLaren que tem de correr atrás, não nós. Vamos tentar fazer nosso melhor e ver o que acontece. Não podemos fazer mais do que nossas capacidades.”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Adrian Sutil
Tipo de artigo Últimas notícias