"É difícil digerir", admite Vettel sobre acidente de Bianchi

Alemão revela choque e prega cautela a respeito de mudanças nos procedimentos de segurança

O tetracampeão Sebastian Vettel revelou o “choque” ao saber da gravidade do acidente de Jules Bianchi no último domingo, no GP do Japão, e salientou que o importante é tirar as lições apropriadas da batida para, então, tomar as providências cabíveis.

[publicidade] “Quando algo tão grave acontece, não sei se é possível ter uma resposta correta”, salientou o alemão. “Foi chocante descobrir, depois que a corrida foi paralisada, o que tinha realmente acontecido. Dentro do carro, nós disputamos de forma dura, mas temos um tremendo respeito um pelo outro. Por isso, saber que um de nós estava em uma situação muito difícil foi chocante. É muito difícil digerir.”

Bianchi está internado em estado crítico após sua Marussia aquaplanar e chocar-se contra um trator que fazia a remoção de outro carro na área de escape. Tem sido discutida a necessidade de acionar o Safety Car sempre quando algum carro de serviço estiver trabalhando na pista, ou, pelo menos, adotar medidas que assegurem que os pilotos respeitem mais veementemente as bandeiras amarelas e diminuam consideravelmente a velocidade.

O piloto da Red Bull, porém, preferiu ter cautela. “Sempre quando algo de ruim acontece, há coisas a serem aprendidas e temos de nos certificar que vamos aprender as coisas certas.”

Vettel tentou ver o lado positivo de ter o GP da Rússia já neste final de semana. “Por um lado, você quer ter um tempo para si mesmo. Por outro, é bom ter uma corrida logo em seguida para poder focar em outra coisa – entrar no carro e se preocupar com alguma coisa boba, como degradação de pneus e mapeamento de motor.”
Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias