É doloroso ver a McLaren na situação atual, diz Hakkinen

Bicampeão pela equipe britânica nos anos de 1998 e 1999, finlandês tem fé de que a situação irá melhorar

O ano de 2015 esteve longe de ser bom para a McLaren. A equipe, que não vence desde 2012, não pôde fazer muito nesta temporada por conta de um motor muito aquém do esperado feito pela Honda em sua volta à Fórmula 1.

Para o bicampeão mundial pelo time, Mika Hakkinen, foi uma temporada dolorosa de assistir.

"É claro que é doloroso vê-los agora, porque todo mundo está falando sobre este fracasso", disse Hakkinen, segundo a revista Autosport.

"Se a McLaren teve uma temporada ruim neste ano, eu não vejo isso como o fim do mundo. É uma grande equipe e existem algumas grandes pessoas que trabalham lá. Tenho certeza que com a mentalidade positiva e pensando direito, eles vão superar os problemas e vão voltar a serem bem-sucedidos.”

"Este não é o fim da McLaren. Este é o início da McLaren. É uma nova relação com um novo fabricante do motor. É um como um teste para ver como eles podem solucionar os problemas juntos e enfrentar os desafios do futuro.”

"Quando você aprende coisas novas, você comete erros e esses erros te fazem mais sábio."

Hakkinen crê que o sucesso da McLaren no passado e sua abordagem poderão ajudá-la a melhorar sua situação.

"Quando eu corria lá, eles analisavam todos os detalhes com muito cuidado, e era isso o que nos tornava grandes", disse ele.

"Tenho certeza que com os pilotos e a experiência que a equipe tem, eles vão saber como chegar lá.”

"Quando eu estava lá, levei anos analisando e trabalhando com a equipe, para entender onde estavam os problemas e como poderíamos ganhar. Onde e como poderíamos ser os melhores.”

"Mas quando a vitória chegou, de forma calma e serena, tivemos mais confiança. Nós acreditamos em nós mesmos mais do que nunca."

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Mika Hakkinen
Tipo de artigo Últimas notícias