"É só colocar os carros na pista", diz Hamilton sobre EUA

Inglês diz que sonha em morar em Los Angeles e acredita no sucesso da volta da F-1 ao país após cinco anos

Hamilton foi o último vencedor do GP dos Estados Unidos, em 2007

Se há um piloto de F-1 que se identifica com o mercado norte-americano,que se tornou obsessão dentro do meio é Lewis Hamilton. Não apenas pelo longo namoro com a cantora Nicole Scherzinger, que fez dele figura fácil nos sites de fofoca de Hollywood, como também pela identificação que nunca escondeu com a cultura do país, especialmente com a música.

Inglês de nascimento e criação, e caribenho de origem, Hamilton não esconde que sonha em morar na Califórnia. “Adoro os Estados Unidos. As rodovias são grandes, as comidas são grandes. Se fosse possível estar em Los Angeles e ainda viver das corridas, iria me mudar agora”, afirmou em entrevista à versão norte-americana da revista GQ, em matéria na qual é apresentado como a grande esperança da F-1 fazer sucesso no país.

Neste ano, a categoria tem data marcada para voltar aos Estados Unidos, em novembro, após cinco anos. Na última prova, em 2007, o vencedor foi justamente Hamilton, que se mostra confiante de que é possível fazer sucesso no país.

“É realmente uma questão de colocar o carro na frente das pessoas. Quando você ouvir e ver, sentir o barulho, talvez apareça para a corrida.”

Mas seria a estratégia correta voltar em uma região pouco glamorosa como o Texas? Austin será o primeiro ponto de desembarque, ainda em 2012, para depois a F-1 ir a Nova Jersey, para uma corrida de rua próxima da ilha de Manhattan.

“Não sei exatamente como a F-1 vai funcionar em Oklahoma e lugares assim, mas todas as vezes que estou na Califórnia, juro que mais gente me reconhece – fãs verdadeiros”, garantiu o campeão de 2008.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Lewis Hamilton
Tipo de artigo Últimas notícias