Ecclestone busca novo parceiro para salvar Nurburgring

Governo alemão reclama das taxas abusivas para a realização da prova, que ocorre uma vez a cada dois anos

Próximo GP em Nurburgring acontecerá em 2013

Bernie Ecclestone está à caça de um novo parceiro para salvar a corrida de Nurburgring. O circuito, que já faz parte do campeonato em sistema alternado com Hockenheim, corre risco após o estado de Rhineland-Palatinate cancelou a licença do operador do circuito, fazendo com que o Nurburgring Automobile GmbH entrasse na justiça contra o governo.

A crise coloca o GP da Alemanha, país que é representado por nada menos que o atual bicampeão mundial, Sebastian Vettel, e outros quatro pilotos, pois os organizadores de Hockenheim aceitaram alternar com Nurburgring por não poder arcar com os custos de uma corrida anual.

“Se o governo encontrar um novo parceiro que concorde em ter a corrida, então estarei mais do que feliz em concordar com um novo contrato. O que pudermos tornar possível, o faremos”, afirmou Ecclestone ao jornal Rhein Zeitung newspaper.

Já o ministro do estado Roger Lewentz afirmou que o governo “quer continuar com a F-1 em Nurburgring, mas por um preço razoável.”

A Alemanha não é o único país-natal de um dos grandes ídolos da F-1 atual a questionar os preços cobrados por Ecclestone para sediar os GPs. Recentemente, organizadores das corridas em Barcelona em Valência, da Espanha de Fernando Alonso, estiveram negociando para diminuir seus gastos. A proposta de Ecclestone aos espanhóis é adotar um esquema semelhante ao dos alemães, com a alternância entre os circuitos.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias