Ecclestone diz entender aposentadoria de Nico Rosberg

Chefão da Fórmula 1 fica feliz de ver pilotos saindo do campeonato por livre vontade: “Antes perdíamos eles por outras razões”

Mesmo com toda a controvérsia que gerou a aposentadoria de Nico Rosberg após o título na temporada de 2016, o chefão da Fórmula 1, Bernie Ecclestone, diz entender a posição do alemão.

Para o britânico, Rosberg saiu da categoria pois já havia chegado a seu objetivo dentro do campeonato.

"Ele fez seu trabalho", disse Ecclestone ao jornal alemão Sport Bild.

"Como a maioria dos outros pilotos – que nunca conseguiram – ele queria se tornar campeão do mundo. Ele tem o título agora. Por que ele deveria continuar? Eu posso entendê-lo.”

"Ao tomar uma decisão tão ousada, ajuda a Fórmula 1. Isso mostra que ele tem uma cabeça inteligente em seus ombros. Ele alcançou seu objetivo, e como alguém poderia culpá-lo por desejar fazer outra coisa na vida?”

"Isso é muito adulto, e agora Lewis (Hamilton) terá que tentar ser campeão sem vingança em 2017. Não é problema de Nico.”

Ecclestone também diz que se sente feliz vendo pilotos deixando o esporte por vontade própria.

"Estou feliz por eles poderem sair por vontade própria. Nos velhos tempos, perdíamos os pilotos por outras razões – porque eram mortos em acidentes. Portanto, essas saídas são até mesmo eventos alegres para mim."

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Nico Rosberg
Tipo de artigo Últimas notícias