Ecclestone diz que "acha que não" terá problemas com Austin

Dirigente confirmou ainda que segue em negociações para trazer a Turquia de volta para o calendário, provavelmente em 2013

Bernie Ecclestone

Em seu estilo monossilábico de sempre, Bernie Ecclestone não deu atenção aos recentes comentários de que a realização do GP dos Estados Unidos ano que vem no Texas corre perigo. “Acho que não. Eles querem que aconteça.”

De acordo com o dirigente, a prova de Nova Jersey também está garantida, ainda que os organizadores texanos não tenham gostado nada da concorrência interna nos Estados Unidos. “Não tenho problema nenhum com Nova Jersey, podem reservar os hotéis”, afirmou aos jornalistas em Abu Dhabi.

Perguntado sobre a situação da Coreia, outro que correria o risco de não ser mais realizado, Ecclestone foi irônico. “Ainda está lá.”

O presidente da FOM, empresa que cuida dos direitos comerciais da categoria, assegurou que ainda está em negociações para que o GP da Turquia seja reintegrado ao calendário. O evento, realizado desde 2005, não foi confirmado para 2012.

“Não queria perder [o GP da Turquia]. Estou conversando com o governo para ver o que fazer. Duvido que volte ano que vem, mas não dá para saber.”

(colaborou Luis Fernando Ramos) 

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias