Ecclestone diz que F1 poderá ser vendida ainda este ano

Bernie Ecclestone afirma que três grupos estão interessados em comprar F1 e espera que um acordo aconteça antes do fim do ano

De acordo com o que o MOTORSPORT.COM adiantou em junho, a Qatari Sports Ivestments e a RSE Ventures - comandada por Stephen Ross, dono do Miami Dolphins - mostraram interesse em comprar 35.5% das ações da CVC Capital Partners, atual sócia majoritária da F1.

Em evento nesta terça-feira, Bernie Ecclestone foi indagado sobre o interesse da Qatari:

"Nossos acionistas no momento estão em posição de perder algumas de suas cotas ou todas elas em breve", disse.

"Tem havido muito interesse. Eu diria que três grupos estão querendo. Eu ficaria surpreso se pelo menos um deles não comprar em breve."

Pressionado sobre o período que isso poderia acontecer, Bernie respondeu: "Este ano".

E indicou que há até pouco tempo a CVC estava sendo pressionada para vender sua parte:

"É como todos os fundos especulativos", disse ao MOTORSPORT.COM em junho. "Eles investem o dinheiro das pessoas por um determinado período. Não importa o que aconteça, eles têm que devolver essa quantia uma hora."

"Talvez eles reinvistam esse dinheiro, talvez não, eu não sei. Eles estão além de seu período para vendê-las."

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias
Tags cvc, ecclestone